Rio de Janeiro STM liberta 9 militares envolvidos em morte de músico e catador 

STM liberta 9 militares envolvidos em morte de músico e catador 

Decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira (23); homens estavam presos desde abril por uma decisão da Justiça Militar

STM Liberta Militares

Veículo foi alvejado em Guadalupe, zona norte do Rio

Veículo foi alvejado em Guadalupe, zona norte do Rio

JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 07.04.2019

O STM (Supremo Tribunal Militar) decidiu, nesta quinta-feira (23), libertar nove dos 12 militares envolvidos na morte do músico Evaldo dos Santos Rosa e do catador de recicláveis Luciano Macedo, que estavam.

Leia mais: Adolescente morre após desmaiar em escola no Rio

Os homens estavam presos desde abril por uma decisão da Justiça Militar e agora responderão o processo em liberdade.

O habeas corpus dos militares havia entrado na pauta da Corte no dia 8 de maio, mas foi adiado por um pedido de vista do ministro José Barroso Filho.

Até o momento de encerramento da sessão, cinco ministros tinham pronunciado o voto, com quatro a favor do relaxamento da decisão e um pela manutenção da prisão preventiva.

Evaldo dos Santos e Luciano Macedo morreram durante ação do Exército em Guadalupe, na zona norte do Rio de Janeiro, no dia 7 de abril, quando um carro foi alvejado 83 vezes.

De acordo com o laudo elaborado pela Polícia Judiciária Militar, os denunciados dispararam 257 tiros de fuzil e pistola durante a ação, diferentemente dos 83 divulgados anteriormente.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa