Rio de Janeiro Suspeito de assassinar estudante de direito é preso na Baixada (RJ)

Suspeito de assassinar estudante de direito é preso na Baixada (RJ)

Marcela de Oliveira, de 26 anos, desapareceu no dia 27 de maio e foi encontrada cinco dias depois em um rio, em Nova Iguaçu, com um tiro na nuca

Suspeito de assassinar estudante de direito é preso na Baixada (RJ)

Marcela, de 26 anos, ficou cinco dias desaparecida

Marcela, de 26 anos, ficou cinco dias desaparecida

Reprodução/Record TV Rio

A Sispen (Superintendência da Inteligência do Sistema Penitenciário) prendeu na manhã desta terça-feira (8) um homem suspeito de assassinato, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Ele seria o responsável pela morte de Marcela Souza de Oliveira, de 26 anos, no dia 27 de maio deste ano.

Conhecido como Neném, o suspeito reagiu à abordagem dos agentes penitenciários e foi baleado. O preso foi encaminhado para o hospital, mas seu estado de saúde não foi informado.

Neném é apontado como o homem que atirou na nuca de Marcela. As investigações indicam que a estudante de direito teria reagido a um assalto ao sair da casa do namorado momentos antes do crime.

Seu corpo foi encontrado em um rio de Nova Iguaçu cinco dias depois por um pescador. A bolsa e os documentos de Marcela também foram achados pela polícia às margens do rio.

Além de Neném, outro suspeito foi preso em junho pela morte de Marcela. De acordo com a Polícia Civil, na época, o homem teria participado do latrocínio - assalto seguido de morte.

O suspeito estava foragido do Instituto Penal Benjamin de Morares Filho, no complexo de Gericinó, na zona oeste, desde 18 de outubro de 2017, quando recebeu o benefício da visita periódica ao lar.

*Estagiário do R7, sob supervisão do PH Rosa