Rio de Janeiro Suspeitos de integrar quadrilha que assaltou bancos são presos no Rio

Suspeitos de integrar quadrilha que assaltou bancos são presos no Rio

Um deles teria envolvimento em explosões recentes em agências em Niterói, São Gonçalo, Vila Isabel, Taquara e São João de Meriti

  • Rio de Janeiro | Da Agência Brasil

Prisões foram feitas em ação conjunta da PF, PRF e Polícia Civil

Prisões foram feitas em ação conjunta da PF, PRF e Polícia Civil

Imagem de Arquivo/Agência Brasil/ 17.04.2019

Uma ação conjunta da Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal prendeu segunda-feira (26) dois homens acusados de assaltar empresas de transporte de valores e caixas eletrônicos no Rio de Janeiro.

Um dos detidos seria membro de uma organização criminosa responsável pelas recentes explosões em agências bancárias em Niterói, São Gonçalo, Vila Isabel, Taquara e São João de Meriti.

A 2ª Vara Criminal de Bangu havia expedido mandado de prisão por roubo majorado contra ambos os presos, e agentes da Delepat/PF/RJ (Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas) e da DRF/PCRJ (Delegacia de Roubos e Furtos) localizaram e prenderam um dos acusados, de 20 anos de idade, no bairro de Copacabana, por volta das 14h30 de ontem.

A outra prisão ocorreu às 16h, quando agentes da DRF encontraram o outro acusado, de 33 anos de idade, na Ilha do Governador. As investigações o apontam como integrante do grupo responsável pela recente onda de explosões em agências bancárias na modalidade chamada Novo Cangaço, que atua com vários fuzis e veículos. Ele teria participado de três desses ataques, segundo a Polícia Federal.

Últimas