Rio de Janeiro Tatuador desaparecido é achado morto; PM é suspeito do crime 

Tatuador desaparecido é achado morto; PM é suspeito do crime 

Corpo de Douglas Braga foi encontrado em Nova Iguaçu; assassinato teria sido motivado por ciúme

  • Rio de Janeiro | Gabriel Pieroni*, do R7

Tatuador foi encontrado morto

Tatuador foi encontrado morto

Record TV Rio

O tatuador Douglas Braga, que estava desaparecido desde novembro, foi encontrado morto em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo as investigações da DDPA (Delegacia de Descoberta de Paradeiros), o suspeito do assassinato é o policial militar Giovanni de Oliveira Camarte, lotado na UPP Borel.

Ainda segundo as investigações, o motivo do crime foi passional. Douglas teve um caso com a mulher do PM.

Após descobrir o relacionamento amoroso, Giovanni se passou pela companheira e armou uma emboscada contra Douglas. Ao encontrar o tatuador, que dirigia um carro, o acusado entrou no veículo, os dois discutiram e a vítima foi morta a tiros. O automóvel e o corpo de Douglas foram queimados e abandonados em uma área de mata em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

A DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) também foi acionada para periciar o local.

Após ser ouvido na Cidade da Polícia, o policial foi posto à disposição da corregedoria da corporação, que instaurou um procedimento para apurar o caso.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas