Rio de Janeiro Temporal causa alagamentos e deixa mortos no Rio de Janeiro

Temporal causa alagamentos e deixa mortos no Rio de Janeiro

No aniversário de 455 anos da cidade, chuva forte localizada em bairros da zona oeste fez vítimas nesta madrugada

  • Rio de Janeiro | Diego Prado*, do R7, com Agência Brasil


Temporal deixa dois mortos no Rio de Janeiro

Temporal deixa dois mortos no Rio de Janeiro

Ricardo Moraes/Reuters

O Rio de Janeiro está em Estágio de Alerta desde 0h20 deste domingo (1), dia do aniversário de 455 anos da cidade, com a previsão de chuva forte a muito forte ao longo do dia. A capital fluminense foi atingida por um temporal nesta madrugada, que deixou um homem morto após deslizamento de terra e uma mulher eletrocutada.

Leia também: Debaixo de chuva, seis escolas fecham o Carnaval do Rio

Em Tanque, em Jacarépagua, um deslizamento por volta de 4h25 causou a morte de um homem, que ainda não foi identificado. Ele estava dentro de casa quando houve o desabamento.

O Corpo de Bombeiros também confirmou a morte de uma mulher de 75 anos, que recebeu uma descarga elétrica na Estrada do Tindiba, no bairro Taquara, também de Jacarépagua.

O temporal desta madrugada também causou o desabamento de uma casa em Magé, na Baixada Fluminense. Os bombeiros conseguiram resgatar um homem e uma mulher dos escombros pouco depois das 8h da manhã. Ambos foram levados a um hospital, e o estado de saúde não foi divulgado.

A Defesa Civil municipal acionou 27 sirenes em 13 comunidades da capital para alertar moradores sobre o risco de deslizamentos.

Segundo o serviço meteorológico da prefeitura, o Alerta Rio, mais núcleos de chuva intensa estão se deslocando no Oceano em direção à Região Metropolitana. Há possibilidade de chuva forte a muito forte nas próximas horas, e os bairros do litoral devem ser os mais atingidos.

Nas últimas 24 horas houve registro de mais de 100 milímetros de chuva em diversas partes da zona oeste, como Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Recreio, Bangu e Campo Grande. A estação meteorológica Avenida Brasil/Mendanha chegou a registrar 61,4 mm em apenas uma hora.

Com o temporal, vias importantes da cidade apresentaram acúmulo de água, como a Avenida Brasil, que precisou ter as pistas centrais interditadas na altura de Irajá. Ao todo, 37 vias chegaram a ser interditadas por bolsões d'água e três quedas de árvore também impactaram o trânsito.

A Prefeitura do Rio de Janeiro recomenda que os moradores e visitantes da cidade evitem deslocamentos. Além dos impactos da chuva, o Rio ainda conta com interdições necessárias para o desfile das campeãs na Marquês de Sapucaí e blocos de rua.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Karla Dunder

Últimas