Rio de Janeiro Travesti presa é investigada por relação com traficantes da Maré

Travesti presa é investigada por relação com traficantes da Maré

Conhecida como Mulher-Gato, suspeita foi detida por furto de celular. Ela teria feito bandidos e policiais vítimas

Luana foi presa por furto de celular

Luana foi presa por furto de celular

Record TV Rio

A travesti conhecida como Mulher-Gato, presa em casa no fim de semana, é investigada pela polícia por envolvimento com traficantes do Complexo da Maré, na zona norte do Rio.

Segundo a polícia, Luana Rabelo é amante de ao menos três criminosos da comunidade Vila do João. Inclusive, ela teria sido proibida de circular pela região pela mulher de um chefe do tráfico, após a descoberta de suposta relação.

A suspeita tem 24 anotações criminais, a maioria por roubo e furto. Entre as vítimas estão clientes que pagavam por serviços sexuais, incluindo bandidos e policiais, de acordo com informações da Record TV Rio.

Contra ela havia um mandado de prisão pelo furto de um aparelho celular de um casal em março deste ano. Luana foi encontrada em casa, em Irajá, também na zona norte.

Últimas