São Paulo Acidentes com motociclistas na pandemia crescem 45% em SP

Acidentes com motociclistas na pandemia crescem 45% em SP

Infosiga mostra que entre abril de 2020 e junho de 2021 ocorrências saltaram de 4.877 para 7.097. Mortes cresceram 13,5%

  • São Paulo | Rodrigo Martinez, da Agência Record*

SP registra aumento de 45,5% em acidentes de trânsito com motociclistas

SP registra aumento de 45,5% em acidentes de trânsito com motociclistas

Divulgação/ Agência Record

O estado de São Paulo registrou crescimento de 45,5% nos acidentes de trânsito envolvendo motociclistas durante a pandemia. Os dados foram divulgados pelo Infosiga, sistema do governo do Estado gerenciado pelo programa Respeito à Vida e pelo Detran SP.

De abril de 2020 para junho de 2021, o número de ocorrências saltou de 4.877 para 7.097. Em relação às mortes foi registrado aumento de 13,5%, com 133 fatalidades de trânsito em abril de 2020 e 151 em junho de 2021.

Segundo o governo, foi lançado em 2020 o Programa Motofretista Seguro para oferecer condições adequadas de trabalho à categoria e contribuir com a redução nos acidentes de trânsito. Para ampliar a adesão ao programa foi realizada nos dias 21 e 22 de julho uma nova edição do Pitstop do Motofretista.

A ação acontece na Praça Charles Miller em frente ao Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), das 7h às 17h. A expectativa do departamento é reunir mais de 9 mil motoentregadores. Atualmente, mais de 3 mil se inscreveram no programa.

Segundo o Detran, a categoria teve papel fundamental nesta pandemia, movimentando o sistema de entregas em geral. Queremos construir uma ampla rede de proteção para esses profissionais. Nossa meta é atingir em torno de 250 mil motofretistas", explica Neto Mascellani, presidente do Detran.SP.

Na total de ocorrências, envolvendo todos os modais, o Estado de São Paulo registrou queda de 8,6% nos óbitos de trânsito comparando os números do 1º semestre de 2019, 2020 e 2021. Foram registradas 2.557 fatalidades neste período em 2019, 2.236 em 2020 e 2.335 em 2021.

Já em relação aos acidentes com vítimas, também houve queda de 6,1% na análise de janeiro a junho de 2019, 2020 e 2021, com 91.923 ocorrências (2019), 77.078 (2020) e  86.224 (2021). Esses dados incluem ocorrências com motociclistas, ocupantes de automóveis, ciclistas e pedestres. 

A maior redução nas fatalidades de trânsito no Estado envolveu ciclistas comparando os meses de junho de 2020 e junho de 2021, com 32 casos (2020) e 27 (2021), menos 15,6%. Nos óbitos envolvendo pedestres também se verificou uma redução de 6,7%, de 537 no 1º semestre do ano passado para 501 em 2021.

As fatalidades que abrangem passageiros de automóveis aumentaram 12,2%, com 518 ocorrências em 2020 e 581 em junho de 2021.

* Com a supervisão de Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Últimas