São Paulo Alê Youssef pede demissão da Secretaria de Cultura de São Paulo

Alê Youssef pede demissão da Secretaria de Cultura de São Paulo

Diretora da Biblioteca Mário de Andrade, Josélia Aguiar, também pediu para deixar o cargo nesta quarta-feira (25), em SP

Agência Estado
Alê Youssef pediu demissão da Secretaria da Cultura

Alê Youssef pediu demissão da Secretaria da Cultura

Reprodução/Facebook

O secretário de Cultura da cidade de São Paulo Alexandre Youssef e a diretora da Biblioteca Mário de Andrade Josélia Aguiar pediram demissão de seus cargos na noite desta quarta-feira (25).

Youssef alegou em uma carta de despedida "explícitas diferenças e óbvias incompatibilidades" ideológicas como motivo para pedir sua demissão. Logo em seguida, Josélia publicou em suas redes sociais: "Acompanhou Alê Youssef na decisão".

Além dos motivos ideológicos, embora não mencione diretamente o prefeito Ricardo Nunes (MDB), Youssef também citou dificuldades para os descongelamentos de verbas em 2021 e barreiras claras para o aumento substancial do orçamento da Secretaria para 2022".

Já é a segunda vez que Youssef deixa a pasta. A primeira foi em 2020, quando tinha a intenção de concorrer na chapa de Bruno Covas à reeleição.

Em nota, a Prefeitura de São Paulo "reafirmou o compromisso com a manutenção das políticas de fomento cultural da cidade. O prefeito sancionou, no último dia 10, a Lei nº 17.595, que determina que o valor orçado para a Secretaria Municipal de Cultura no Projeto de Lei Orçamentária para 2022 não será menor do que o de 2021.”

A prefeitura também lamentou a decisão do secretário da Cultura, Alê Youssef, "que realizou um excelente trabalho".

Últimas