São Paulo Aluno de 11 anos é agredido por mais de 15 garotos em banheiro de escola em Mauá (SP)

Aluno de 11 anos é agredido por mais de 15 garotos em banheiro de escola em Mauá (SP)

Criança foi levada pela mãe à UPA para exames. Agressão aconteceu na Escola Estadual Professora Mirna Loide Correia Ferle

  • São Paulo | Do R7, com informações de Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Aluno de 11 anos é agredido por mais de 15 garotos em banheiro de escola em Mauá (SP)

Aluno de 11 anos é agredido por mais de 15 garotos em banheiro de escola em Mauá (SP)

Reprodução Google Street View

Um aluno de 11 anos foi agredido por mais de 15 garotos no banheiro da Escola Estadual Professora Mirna Loide Correia Ferle, em Mauá, na região metropolitana de São Paulo, na quarta-feira (28).

Nas redes sociais, a mãe da criança, Evellyn Teodora, afirmou: "Tô aqui revoltada, com meu filho, porque um monte de meninos bateu nele dentro do banheiro da escola. Meu filho tá com o dedo todo inchado porque foi pisoteado, e a escola não tinha câmeras para esse tipo de coisa não acontecer".

A criança foi levada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Barão de Mauá, onde o garoto foi submetido a exame de raios X. "Isso é um absurdo, um monte de moleque agredir um só. A covardia tá aí e a defesa deles não existe. Quero ver quem vai responder por isso", disse a mãe. 

Evellyn não disse o motivo do início das agressões, mas relata que o filho foi agredido por pelo menos 15 alunos mais velhos do que ele, todos do 8º e 9º anos.

Em nota, a Seduc-SP (Secretaria da Educação do Estado de São Paulo) "repudiou qualquer forma de violência, dentro ou fora da escola. A gestão da unidade chamou os responsáveis dos alunos para uma reunião de mediação e esclarecimentos quanto as medidas cabíveis que preservem o direito à Educação e também encaminhou o caso ao Conselho Tutelar".

Segundo a secretaria, o caso foi inserido na plataforma Conviva SP - Placon, que acompanha o registro de ocorrências escolares na rede estadual de ensino. 

Últimas