São Paulo Após eleições, treze cidades de São Paulo têm novos prefeitos

Após eleições, treze cidades de São Paulo têm novos prefeitos

Pleito suplementar foi realizado neste domingo (3) sem intercorrências. Veja a lista do TRE com os representantes eleitos

  • São Paulo | Do R7

Após eleições suplementares, treze cidades de São Paulo têm novos prefeitos

Após eleições suplementares, treze cidades de São Paulo têm novos prefeitos

Divulgação/TSE

Moradores de 13 cidades do estado de São Paulo escolheram, neste domingo (3), em eleições suplementares, os novos representantes para as prefeituras. Os pleitos ocorreram em municípios que totalizam cerca de 190 mil eleitores, segundo o TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

As cidades que realizaram novas eleições tiveram os registros dos eleitos no ano passado para o cargo de prefeito indeferidos por diversos motivos, como problemas de documentação da candidatura, inelegibilidade dos candidatos por condenações por improbidade administrativa, rejeição de prestação de contas em administração anterior e condenação criminal com perda de direitos políticos.

Eleitos

Veja abaixo os eleitos para os cargos de prefeito e vice, respectivamente, em cada município:

Angatuba – Nicolas Basile e Sandro Rodrigues pela coligação Renasce Angatuba, com 65,86% dos votos válidos;
Anhembi – Motinha e Alex Lambari pela coligação Mais Tempo para Muito Mais, com 45,56% dos votos válidos;
Apiaí – Sérgio da Padaria e Polaco Moura pela coligação #vamosjuntoscomgestaoetrabalho, com 48,42% dos votos válidos;
Cajati – Luiz Koga e Ronaldo de Oliveira Pinto, do PSDB, com 51,50% dos votos válidos;
Campina do Monte Alegre – Tiago do Zé Dito e Edimilson pela coligação Juntos de Novo, é a Vontade do Povo!, com 57,73% dos votos válidos;
Guaíra – Junão e Zé Carlos Soares pela Respeito e Amor por Guaíra, com 52,96% dos votos válidos;
Itaoca – Trannin e Aluizio, da coligação Itaoca Continua Unida, únicos candidatos das eleições, com 100% dos votos válidos;
Mendonça – Juliano Souza de Oliveira e Moisés Kfouri pela coligação Unidos por Mendonça, com 51,95% dos votos válidos;
Mineiros do Tietê – Geziel e Bete da Farmácia, pela coligação O Povo Já Escolheu e Quer Mineiros no Caminho Certo com 62,31% dos votos válidos;
Piacatu – Ricardo Lemes e Bia Ramos pela coligação Juntos somos mais fortes, com 57,37% dos votos válidos;
Santo Antônio do Jardim – Osvaldo Moreira (Neguinho) e Thiago Krauss, pela coligação Renovação com Prefeito em Ação com 48,75% dos votos válidos;
São Lourenço da Serra – Felipe e Daniel Fukuda, do PSDB, com 76,59% dos votos válidos;
Trabiju – Marcelo Fonseca e João Francisco pela coligação Honestidade e Amor por Trabiju, com 59,90% dos votos válidos.

Justificativa

Quem tinha a obrigatoriedade de votar neste domingo e não conseguiu tem até 2 de dezembro para justificar a ausência nas urnas ao juízo eleitoral, por meio do e-Título, do Sistema Justifica ou pelo encaminhamento do formulário “Requerimento de Justificativa Eleitoral” ao cartório eleitoral. O acolhimento ou não da justificativa fica a critério do juiz eleitoral.

A eleição suplementar em Leme, prevista para a mesma data, foi suspensa por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal).

Últimas