São Paulo Ataque em Araçatuba (SP): feridos têm quadro de saúde estável

Ataque em Araçatuba (SP): feridos têm quadro de saúde estável

Quatro homens, entre 25 e 38 anos, seguem em recuperação na Santa Casa da cidade do interior de SP após roubo a bancos

Bandidos usam explosivos e fazem reféns como escudos humanos em SP

Bandidos usam explosivos e fazem reféns como escudos humanos em SP

Reprodução

Os quatro feridos no ataque a agências bancárias em Araçatura, no interior de São Paulo, ocorrido na madrugada da última segunda-feira (30), seguem internados na Santa Casa da cidade e mantêm o quadro clínico estável. As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa da unidade médica. Um novo boletim deve ser divulgado nesta quarta-feira (1º). Três pessoas morreram. 

Segundo o boletim médico mais recente, divulgado na manhã da terça-feira (31), o homem de 28 anos, apresentou boa evolução no pós-cirúrgico. Segundo o hospital, ele foi atingido e em uma das mãos. O ferimento no membro superior foi grave e ele passou por cirurgia. O paciente foi ouvido antes pela Polícia Civil e permanecerá com escolta policial até que os esclarecimentos sejam concluídos.

Outro homem, de 31 anos foi extubado e ainda passa por avaliações.  Ele foi aleado na face e braços, tem o quadro clínico grave, porém estável.

Outra vítima, homem com 38 anos, aleado nas pernas, braços e cabeça (raspão), teve um pós-cirúrgico em boa evolução e o uadro clínico estável. Ele também tem escolta policial durante a internação.

Por fim, um homem, de 25 anos: vitimado por explosivo, passou por cirurgia para correção das áreas atingidas pela amputação traumática — os dois pés, e cortes profundos nas pontas de todos os dedos das mãos. Ele teve um pós-cirúrgico com boa evoção e o quadro clínico estável. Com a recuperação da cirurgia, não houve necessidade de amputação dos dedos.

Quatro suspeitos detidos

Também nesta terça, um quarto suspeito de participar do ataque foi preso por uma equipe do Deic (Departamento de Investigações Criminais) da Polícia Civil. O suspeito foi encaminhado para a sede da Polícia Federal em Araçatuba. Devido aos ataques na Caixa e no Banco do Brasil, bancos federais, a PF assumiu a investigação dos assaltos.

Uma das outras três pessoas detidas sob suspeita já foi liberada. Um casal de suspeitos continuava internado na Santa Casa de Araçatuba com ferimentos. A PF não deu detalhes do envolvimento de cada um para não comprometer as investigações.

Últimas