São Paulo Avião 'despenca' 1.500 metros em menos de 90 segundos

Avião 'despenca' 1.500 metros em menos de 90 segundos

Voo saiu de Guarulhos (SP) com destino a Santiago do Chile, mas precisou fazer um pouso de emergência em Buenos Aires, na Argentina

  • São Paulo | Ingrid Alfaya, do R7

Avião da Latam, modelo Airbus A320, teve avarias no bico e no para-brisas

Avião da Latam, modelo Airbus A320, teve avarias no bico e no para-brisas

Reprodução

Um avião 'despencou' cerca de 1.500 metros de altura em menos de 90 segundos durante um voo que saiu do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, com destino a Santiago do Chile, nesta quarta-feria (31). Por causa do incidente registrado por radares, a aeronave realizou um pouso de emergência no aeroporto de Ezeiza, em Buenos Aires, na Argentina.

Leia mais: Avião que caiu na Indonésia teve problema em voo anterior

O voo saiu de São Paulo por volta das 1h50 e tinha previsão de chegar ao destino às 6h05. No entanto, durante a viagem, uma tempestade de granizo teria atingido a aeronave, que teve sua rota alterada. 

Radar mostra local onde o avião perdeu altura e a chegada da tempestade

Radar mostra local onde o avião perdeu altura e a chegada da tempestade

Reprodução

O incidente ocorreu perto da fronteira entre o Rio Grande do Sul e o Paraguai. O plano de emergência foi acionado pelo próprio comandante da aeronave.

O avião da Latam, modelo Airbus A320, teve avarias no bico e no para-brisas. De acordo com a companhia, a aeronave teve um "deslocamento natural". Os passageiros desembarcaram em segurança na Argentina e foram acomodados em outros voos. Já o avião foi retirado de operação para manutenção corretiva.

Veja também: Queda de avião deixa cinco mortos em Bauru, interior de São Paulo

Em nota, a companhia afirma que seguiu todos os procedimentos previstos para este tipo de situação, resguardando a segurança de seus passageiros e lamenta os inconvenientes que possa ter causado aos clientes. A empresa ainda informa que o incidente está sendo investigado pelas autoridades competentes.

Últimas