São Paulo Bruno Covas tem diagnóstico de tumor no sistema digestivo

Bruno Covas tem diagnóstico de tumor no sistema digestivo

Prefeito de São Paulo foi internado no dia 23 para tratar erisipela, doença na pele, e exame neste sábado detectou formação de tumor

Bruno Covas tem tumor diagnosticado e é submetido a laparoscopia

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, é diagnosticado com tumor

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, é diagnosticado com tumor

Flavio Corvelo/Futura Pess/Estadão Conteúdo - 13.03.2019

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, tem diagnóstico de tumor no sistema digestivo, segundo novo boletim médico divulgado na tarde deste domingo (27) pelo Hospital Sírio-Libanês.

O tumor foi detectado em exame de pet scan realizado no sábado (26) no hospital, onde Covas está internado desde o dia 23. 

Inicialmente hospitalizado para tratar uma doença na pele chamada erisipela, o prefeito da capital paulista já teve diagnosticada uma trombose venosa das veias fibulares e um tromboembolismo pulmonar durante a bateria de exames realizadas pelo hospital. Na noite deste domingo, o prefeito, de 39 anos, seria submetido a uma laparoscopia diagnóstica.

Segundo o oncologista Ademar Lopes, vice-presidente do Hospital A.C.Camargo, referência em tratamento de câncer, a "tumoração" informada pelo Hospital Sírio-Libanês é um tumor que precisa ser investigado para ver se está enquadrado na classificação de benígno ou malígno - o que indicaria um câncer. 

O boletim médico não informou qual órgão do sistema digestivo foi afetado e a gravidade da doença. Os médicos que acompanham o prefeito concederão entrevista coletiva na segunda-feira (28) para dar mais detalhes sobre o assunto. Entre eles estará o diretor do Centro de Oncologia do hospital, Artur Katz.

Veja a íntegra da nota divulgada pelo Hospital Sírio-Libanês:

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, deu entrada no Hospital Sírio-Libanês no dia 23 para o tratamento de uma erisipela. No dia 25, foi diagnosticado trombose venosa das veias fibulares.

Exames subsequentes diagnosticaram tromboembolismo pulmonar. No sábado, dia 26, foi realizado um pet scan em continuidade à investigação diagnóstica. Este exame mostrou o surgimento de uma tumoração no trato digestivo. Por isso, hoje, às 20h, o prefeito será submetido a uma laparoscopia diagnóstica.

Após os resultados dos exames anatomopatológicos serão divulgadas novas informações.

O prefeito Bruno Covas está sendo acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. David Uip, pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer, Dr. Artur Katz e Prof. Dr. Raul Cutait.