São Paulo Butantan oferece 10 milhões de doses da CoronaVac a ministério

Butantan oferece 10 milhões de doses da CoronaVac a ministério

Instituto respondeu nesta tarde a pedido do governo, informando ter as doses solicitadas para a campanha de imunização infantil

  • São Paulo | Do R7

CoronaVac começou a ser aplicada em crianças no dia 20

CoronaVac começou a ser aplicada em crianças no dia 20

Divulgação / Governo de SP

O Instituto Butantan respondeu nesta terça-feira (1º) à consulta do Ministério da Saúde, afirmando ter disponíveis 10 milhões de doses de CoronaVac para entrega imediata ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). No ofício, o Butantan oferece essa quantidade de imunizante, além de 20 milhões de doses adicionais para entrega em prazo de 20 a 25 dias, mediante assinatura do contrato.

O instituto havia sido questionado pelo Ministério da Saúde, que busca um reforço de imunizantes para acelerar a vacinação de crianças no país. A pasta realizou a contagem com os estados para saber a quantidade de doses necessárias e agora deverá dar andamento à aquisição do imunizante.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) liberou o uso da CoronaVac em crianças com mais de 6 anos, o que permitiu o início da vacinação desse público. As de 5 anos também já estão sendo vacinadas, porém recebem doses da Pfizer.

Em 2021, o Instituto Butantan forneceu 100 milhões de doses ao PNI. A CoronaVac foi a primeira vacina aplicada no país.

No estado de São Paulo, a perspectiva do governo é vacinar todas as crianças paulistas com o imunizante em um período de três semanas. A primeira aplicação, no estudante Caetano de Jesus Moreira, ocorreu na Escola Estadual Brigadeiro Faria Lima, no dia 20.

Últimas