São Paulo Campanha de cerveja considerada machista sofre intervenção na zona sul de SP; Skol mudará publicidade

Campanha de cerveja considerada machista sofre intervenção na zona sul de SP; Skol mudará publicidade

Empresa afirma que irá mudar frases de ação publicitária em "respeito à diversidade de opiniões"

  • São Paulo | Caroline Apple, do R7

A jornalista Mila Alves e a publicitária Pri Ferrari em frente a intervenção na campanha publicitária da Skol

A jornalista Mila Alves e a publicitária Pri Ferrari em frente a intervenção na campanha publicitária da Skol

Reprodução

Uma campanha publicitária de carnaval da Skol em um ponto de ônibus na Vergueiro, zona sul de SP, sofreu uma intervenção por uma publicitária e uma jornalista que consideraram a mensagem um incentivo à violência contra a mulher.

A frase que diz "Esqueci o 'não' em casa" foi transformada com fita isolante em "esqueci o 'não' em casa e trouxe o nunca". Além desta frase também há a mensagem "Topo antes de saber a pergunta".

A Skol afirmou em nota ao R7 que irá mudar as frases em respeito á diversidade de opiniões. (Leia abaixo a nota na íntegra)

Para a publicitária Pri Ferrari, responsável pela "alteração" do texto, a campanha traz um conceito errado do que a época de carnaval precisa.

— Estamos em uma época do ano que o "não" é fundamental. Não ao estupro, não a mistura de álcool e direção, não ao sexo sem camisinha. O machismo e as campanhas de cerveja andam juntos e precisamos descontruir isso. Não podemos aceitar que esse tipo de coisa seja chamado de normal e engraçadinho.

Pri se mostra indignada como a mensagem passou pelas mãos de tantas pessoas e ninguém levantou a questão ou "percebeu" que havia algo errado.

— Espero apenas que as pessoas percebam quão absurdo é esse pocisionamento e incentivo à perda de controle e reajam.

Em nota, Skol afirma que mudará frases

"As peças em questão fazem parte da nossa campanha 'Viva RedONdo', que tem como mote aceitar os convites da vida e aproveitar os bons momentos. No entanto, fomos alertados nas redes sociais que parte de nossa comunicação poderia resultar em um entendimento dúbio. E, por respeito à diversidade de opiniões, substituiremos as frases atuais por mensagens mais claras e positivas, que transmitam o mesmo conceito.  Repudiamos todo e qualquer ato de violência seja física ou emocional e reiteramos o nosso compromisso com o consumo responsável. Agradecemos a todos os comentários."

Últimas