São Paulo Casal é preso vendendo araras e saguis no ABC paulista

Casal é preso vendendo araras e saguis no ABC paulista

Mulher usava uma tornozeleira eletrônica por já ter sido presa pelo mesmo crime. Apreensão ocorreu nesta quarta-feira (17), em Santo André

  • São Paulo | Catarina Hong, da Record TV

Aves e saguis foram encontrados

Aves e saguis foram encontrados

Divulgação

Um casal foi preso na Grande São Paulo abrigando e vendendo animais silvestres. Filhotes de araras e saguis foram encontrados depois de uma denúncia anônima em uma casa em Santo André, no ABC.

A comandante da Guarda Municipal conta que o casal detido admitiu comercializar os animais. E a mulher ainda usava uma tornozeleira eletrônica por já ter sido presa pelo mesmo crime.

“Demonstra pra gente um descaso”, disse Vincenzina de Simone, comandante da GCM. “É como se ela não fosse ser penalizada.”

Uma arara apreendida tem um mês e meio. As outras, que ainda nem desenvolveram penas, mal tem um mês de idade. Elas foram encontradas nessa bacia. Já os sagüis estavam em duas gaiolas. A princípio a polícia contou 20, mas depois os biólogos separaram os animais e descobriram que eram 29 amontoados nas duas gaiolas. Um morreu.

Eles estão agora no zoológico de São Bernardo do Campo que recebe animais resgatados. Muitos são frutos de tráfico. Do começo do ano até o fim de maio a Polícia Rodoviária Federal já apreendeu mais de dez mil animais exóticos e silvestres.

A bióloga Jennifer Novaes explica: “As estatísticas que se fala é que pra cada 10 retirados da natureza só um chega ao destino final. Nove animais morreram pela vaidade humana”.

Filhotes foram encontrados em uma casa na cidade de Santo André, no ABC

Filhotes foram encontrados em uma casa na cidade de Santo André, no ABC

Divulgação

Últimas