São Paulo Caso Lara: perícia vai apurar buraco na casa do suspeito pela morte

Caso Lara: perícia vai apurar buraco na casa do suspeito pela morte

Investigadores querem saber se menina encontrada morta em 19 de março foi mantida no imóvel antes do assassinato

  • São Paulo | Do R7

Casa de Wellington Queiroz estava em obras

Casa de Wellington Queiroz estava em obras

Reprodução/Record TV

A polícia vai apurar se, antes de ser encontrada morta, Lara Nascimento foi mantida em um buraco encontrado na casa de Wellington Queiroz, o principal suspeito do assassinato. As informações são da Record TV.

A reportagem do Cidade Alerta esteve na residência do homem de 42 anos e registrou imagens da abertura cavada no chão da casa, ainda em obras.

Como a garota de 12 anos teria morrido 12 horas após o sumiço, conforme teria apontado o laudo médico, segundo a mãe da vítima, uma perícia será realizada no imóvel para saber se Lara foi mantida no buraco.

O local fica a cerca de 2 km da casa onde Lara morava com sua família, em Campo Limpo Paulista (SP), e a menos de 1 km do matagal em que o corpo da menina foi encontrado, em 19 de março.

Suspeito pode ter viajado

Segundo os investigadores, o suspeito pode ter deixado São Paulo rumo a Pernambuco.

A polícia já considerava a hipótese de fuga, reforçada após a análise do áudio enviado por Wellington a uma cliente, no qual ele dizia que estava no estado nordestino.

Últimas