São Paulo Caso Lara: polícia diz que está perto de prender principal suspeito

Caso Lara: polícia diz que está perto de prender principal suspeito

Investigadores acreditam que Wellington Galindo permaneceu no estado desde a confirmação da morte da menina, em 19 de março

  • São Paulo | Do R7

Lara Nascimento foi encontrada morta em 19 de março

Lara Nascimento foi encontrada morta em 19 de março

Reprodução

A polícia considera estar muito próximo de prender Wellington Galindo, o principal suspeito de matar a menina Lara Nascimento, de 12 anos, segundo informações do Cidade Alerta

Desde o início da tarde desta quarta-feira (13), a investigação concentrou as buscas pelo homem na cidade de Jundiaí, no interior de São Paulo.

Apesar das diligências realizadas na Paraíba, Bahia e Pernambuco, motivadas pela suspeita de fuga, a polícia considera que Wellington não deixou o estado de São Paulo desde que Lara foi encontrada morta.

Segundo os investigadores, o suspeito estaria escondido em Jundiaí com a ajuda de familiares.

Ele havia dito por telefone que se apresentaria na delegacia, mas não apareceu nem deu notícias desde então.

A mãe de Wellington disse que o filho se entregaria dentro de cinco ou seis anos. No entanto, para a investigação, ele não teria condições financeiras para isso, além de ser procurado não apenas pela polícia, mas por todas as pessoas cientes do caso devido a sua repercussão. 

Lara foi encontrada morta em 19 de março, três dias após seu desaparecimento em Campo Limpo Paulista (SP).

Últimas