Com CNH vencida, filha de Temer atropela mulher na zona oeste de SP

Vítima teve uma perna fraturada e foi encaminhada ao hospital Albert Eistein, no Morumbi. Caso é registrado no 14º DP, em Pinheiros

Maristela Temer é suspeita de atropelar homem em Pinheiros

Maristela Temer é suspeita de atropelar homem em Pinheiros

Mastrangelo Reino/Folhapress - 18.05.2018

A filha do ex-presidente Michel Temer, Maristela de Toledo Temer Lulia, de 47 anos, atropelou uma mulher de 40 anos na rua Ferreira de Araújo, altura do 218, em Pinheiros. A vítima sofreu uma fratura na perna e foi socorrida e levada ao Pronto Socorro do hospital Albert Eistein, no bairro do Morumbi, na zona sul de São Paulo. 

Leia mais: Reforma da casa de filha de Temer teve propina de Angra 3, diz juiz

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o atropelamento ocorreu às 8h10 da manhã desta quarta-feira (29). Ela utilizava um veículo Honda e estava com a carteira de habilitação vencida desde 4 de setembro do ano passado. De acordo com informações da Record TV, o veículo estava com restrição judicial e não poderia rodar. 

O caso está sendo registrado no 14º DP, em Pinheiros. Em depoimento à Polícia Civil, ela teria dito que não viu a pessoa, que foi atropelada, enquanto estava dirigindo. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego, não há registro de interdição de via no local. A primeira informação é de que a vítima era um homem, mas os Bombeiros corrigiram a informação. 

Leia mais: Presidente do STJ suspende processo contra Temer que tramita em SP

Maristela foi indiciada pela Polícia Federal em outubro de 2018 pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ela é suspeita de ter sido beneficiada com a reforma de sua casa para lavar dinheiro. O imóvel está localizado em um bairro de residências milionárias na zona oeste de São Paulo, onde os preços podem variar de R$ 2 milhões a até R$ 13 milhões. A obra, com orçamento em torno de R$ 1 milhão, teria sido bancada com propina supostamente recebida da JBS.