São Paulo Com grávidas e bebês, dezenas de afegãos refugiados de guerra se alojam em aeroporto de SP

Com grávidas e bebês, dezenas de afegãos refugiados de guerra se alojam em aeroporto de SP

Contando com doações, grupos fugiram de casa após organização extremista Talibã tomar o poder no Afeganistão, em 2021

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Cerca de 70 afegãos refugiados da guerra em seu país de origem estão abrigados em barracas no aeroporto internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo. Há, entre eles, mulheres grávidas e bebês.

Os grupos fugiram de suas casas após a organização extremista Talibã tomar o poder no Afeganistão, no ano passado, e tiveram de gastar todo o dinheiro que tinham no deslocamento para o Brasil.

Alojados no terminal 2 e dormindo no chão, eles contam com as doações de outros passageiros que passam pelo aeroporto para se alimentarem, e têm feito suas necessidades nos banheiros do local. Porém, raramente conseguem tomar banho.

Há dias por ali, eles esperam reconstruir a vida no Brasil. Nos grupos há médicos, engenheiros, professores e militares, entre outros profissionais, que trouxeram suas famílias para fugir do país do Oriente Médio.

Cerca de 447 afegãos chegaram ao aeroporto desde janeiro

Cerca de 447 afegãos chegaram ao aeroporto desde janeiro

Reprodução/Record TV

A prefeitura de Guarulhos informou, em nota, que os grupos de afegãos estão recebendo alimento, água e kits de higiene e cobertores.

Segundo a empresa que administra o aeroporto, 447 afegãos desembarcaram no local desde janeiro — a maioria a partir de maio.

Últimas