São Paulo Como vai ser o réveillon na avenida Paulista? Veja atrações e como chegar

Como vai ser o réveillon na avenida Paulista? Veja atrações e como chegar

Segundo a prefeitura, haverá oferta de ônibus gratuitos e regime especial do Metrô para atender o público durante a madrugada

Agência Estado
Montagem do palco na avenida Paulista

Montagem do palco na avenida Paulista

Alex Silva/Estadão Conteúdo - 28.12.23

O Réveillon da avenida Paulista, tradicional festa na cidade de São Paulo, vai ser marcado neste ano por uma contagem regressiva para 2024 ao som de Evidências, hit eternizado nas vozes de Chitãozinho e Xororó. Além da dupla, a festa terá também atrações como Zezé Di Camargo (em show solo) e Claudia Leitte.

A programação musical começa às 17h de domingo, dia 31, e se estende até o meio da madrugada de segunda-feira, dia 1° — o último show está marcado para 1h30. A prefeitura prevê um esquema especial de segurança por conta da festa, com revista para acessar a avenida Paulista.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Haverá ainda oferta de ônibus gratuitos, em continuidade à tarifa zero anunciada pela prefeitura neste mês, e regime especial do Metrô. Algumas das linhas que passam pela região, como a 1–Azul e a 2–Verde, terão funcionamento ininterrupto para atender o público da festa.

“A gente tem uma expectativa de 2 milhões de pessoas”, disse em entrevista à rádio Eldorado a secretária municipal de Cultura, Aline Torres. Segundo ela, um dos diferenciais deste ano é a “diversidade musical” na programação. “A gente tem desde o gospel ao sertanejo, ao axé, ao R&B."

17h - DJ Cranmarry

18h - Zezé Di Camargo

19h - Tom Carfi e Paloma Possi

20h - DJ Cranmarry

21h - Claudia Leitte

22h - DJ Cranmarry

23h - Chitãozinho e Xororó

0h30 - Baile do Simonal convida Léo Maia, Ellen Oléria e Ivo Meirelles

01h50 - Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Mocidade Alegre.

No quesito segurança, a secretária disse à Eldorado que haverá 350 guardas civis metropolitanos em atuação durante a festa. Haverá também a presença de cerca de 700 seguranças privados contratados, além de um maior efetivo da Polícia Militar.

“A gente está fazendo um modelo de segurança montado em conjunto com PM, GCM e também com seguranças particulares, que é o mesmo modelo que a gente fez na última Virada Cultural e no aniversário de São Paulo [25 de janeiro], com revistas”, disse a secretária.

Segundo ela, haverá pontos de revista e reforço no policiamento em todas as entradas de acesso à avenida Paulista. Além disso, também houve mudanças logísticas por questões de segurança, como o fechamento, durante a festa, da estação Consolação do Metrô, próxima ao cruzamento com a rua Augusta.

Como chegar até a festa da virada de ônibus?

A Prefeitura de São Paulo informou que, a partir das 20h deste sábado (30), será feito o fechamento total da avenida Paulista, nos dois sentidos, entre as ruas Teixeira da Silva e da Consolação. A liberação só acontecerá às 6h de segunda-feira (1º).

Ao todo, 48 linhas de ônibus terão alteração de itinerário durante as interferências. A prefeitura preparou um material para consulta de todas as linhas afetadas. Confira aqui.

Tanto no domingo quanto na segunda, os passageiros de ônibus municipais viajam sem pagar nos ônibus na cidade, em uma medida lançada neste mês. Além dessas datas, a gratuidade também será estendida para Natal e aniversário de São Paulo.

Como vai funcionar o Metrô no dia do réveillon?

No caso do Metrô, a operação das linhas 1–Azul, 2–Verde, 3–Vermelha e 15–Prata será ininterrupta no Réveillon. Do domingo para segunda-feira, as estações Paraíso, Brigadeiro e Trianon-Masp, todas na linha 2–Verde, ficarão abertas para embarque e desembarque durante toda a madrugada, atendendo assim o público que for à avenida Paulista.

Já todas as demais estações do Metrô, das linhas 1–Azul, 2–Verde 3–Vermelha e 15–Prata, permanecerão abertas para embarque e desembarque até as 2h da manhã do dia 1° e, depois desse horário, continuarão funcionando apenas para o desembarque dos passageiros.

Por questões de segurança, a estação Consolação, na linha 2–Verde, bem próxima de onde ocorrerá a festa, será fechada para embarque às 16h do domingo. Ela reabrirá às 4h40 de segunda-feira. Os passageiros que necessitarem desembarcar por essa estação serão direcionados para a área de transferência da Linha 4–Amarela, de onde poderão sair pela estação Paulista.

Conforme o Governo de São Paulo, a circulação de trens das linhas da CPTM será equivalente à de um domingo. Após a operação comercial de domingo, todas as estações estarão abertas somente para desembarque e transferência. Já a operação das linhas de ônibus gerenciadas pela EMTU será equivalente à programação dos domingos.

Veja lugares para visitar de graça em São Paulo

Últimas