Corpo encontrado em lago de Santo André pode ser de garoto Lucas

Cadáver foi localizado no Parque do Pedroso e tem características semelhantes às de Lucas. Família está no local para reconhecimento 

Corpo é encontrado em lago no Parque Municipal do Pedroso, em Santo André

Corpo é encontrado em lago no Parque Municipal do Pedroso, em Santo André

Reprodução Record TV

Um corpo foi encontrado dentro de um lago no Parque Natural Municipal do Pedroso, próximo ao Primeiro Ponto do Teleférico, na Estrada do Pedroso, em Santo André, no ABC Paulista, na manhã desta sexta-feira (15).

Leia mais: “Eu moro aqui”, ouviu mãe de garoto que teria sido levado por PMs

A Polícia suspeita de que o corpo seja do adolescente Lucas Eduardo Martins dos Santos, de 14 anos, desaparecido desde às 23h de terça-feira (12). A família do garoto está no local para realizar o reconhecimento.

Segundo a Guarda Civil Municipal, o corpo é de um jovem e está em processo de decomposição. Aparentemente a vítima morreu há mais de 48 horas. A perícia foi acionada para o local. O encontro do corpo será registrado no 6° DP de Santo André. 

Leia mais: Viatura que teria ajudado a levar garoto desaparecido é identificada

De acordo com o advogado Ariel de Castro Alves, os familiares foram ao parque do Pedroso, mas os policiais deixaram eles se aproximarem. "Eles estão aguardando o IML chama- lós para o reconhecimento do corpo."

Investigação

A Ouvidoria das Polícia de São Paulo acompanha o desaparecimento do adolescente. O caso também foi encaminhado à Corregedoria da Polícia Militar, segundo o conselheiro do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CONDEPE), Ariel de Castro. 

Uma das viaturas que estava em serviço na comunidade no momento em que Lucas desapareceu foi identificada e foi periciada pela Polícia Civil na tarde de quinta-feira (14). A segunda viatura, mencionada pelos familiares do menino, ainda não foi identificada.

Leia mais: Viatura que teria levado Lucas tem mancha que pode ser sangue

A delegada que investiga o caso quer entender quais foram os últimos passos do menino antes do desaparecimento, se ele realmente saiu para comprar um suco e se ele tinha algum problema com a polícia. Ela ainda questiona sobre os gritos que a madrasta afirma ter ouvido, se são realmente de Lucas.

A madrasta, o irmão e um terceiro familiar de Lucas também prestaram depoimento no Setor de Homicídios de Santo André, na quinta-feira.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou que todas as circunstâncias relativas ao fato são apuradas por meio de inquérito instaurado pelo Setor de Desaparecimento do SHPP da Polícia Civil de Santo André.

"As equipes da unidade policial realizam diligências para localizar o jovem. A Polícia Militar também instaurou um procedimento para apurar o caso e, preventivamente, afastou do serviço operacional dois agentes que foram apontados por testemunhas como supostos participantes da abordagem no Jardim Santa Catarina."