São Paulo Corpo encontrado na raia olímpica da USP é de estudante desaparecido

Corpo encontrado na raia olímpica da USP é de estudante desaparecido

Jovem sumiu após festa dentro do campus; vítima foi reconhecida por prima 

Corpo de Bombeiros é acionado para suposto corpo encontrado na USP

Prima do estudante foi até a USP e reconheceu o corpo

Prima do estudante foi até a USP e reconheceu o corpo

Reprodução/Rede Record

O corpo encontrado na raia olímpica da USP na manhã desta terça-feira (23) é do estudante Victor Hugo Santos, de 20 anos, desaparecido desde o último sábado (20). Ele foi reconhecido por uma prima, que foi até o local. Ela estava bastante abalada.

Os bombeiros foram acionados por volta das 7h30. O corpo foi encontrado meia hora antes por equipes de remo que treinavam na raia olímpica, localizada na avenida Professor Mello Moraes, região do Butantã, zona oeste de São Paulo.

Victor Hugo Santos foi visto pela última vez por volta das 4h de sábado (20), quando deixou os amigos para comprar uma cerveja. Ele participava de uma festa no velódromo da USP. O evento comemorava 111 anos do Grêmio Politécnico da instituição e reuniu cerca de 5.000 pessoas.

A raia olímpica, onde o corpo foi encontrado nesta manhã, fica próxima ao local da festa. Os pais do jovem estão no DHPP (Delegacia Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa). Eles devem ser acompanhados por policiais até o IML (Instituto Médico Legal), onde a autópsia será feita para descobrir a causa da morte da vítima.Sumiço na USP: lugar de festa em que estudante desapareceu tinha sangue, diz pai

Aluna da USP conta como estava clima de festa em que garoto desapareceu

O delegado Paulo Bittencourt, que estava na USP na manhã de hoje, disse que o corpo não tem sinais de violência.  — A princípio, não. Mas isso vai ser confirmado pela autópsia.

Na segunda-feira, peritos fizeram uma varredura na USP e encontraram vestígios de sangue. Amostras foram recolhidas e serão submetidas a exames de DNA. Testemunhas dizem que o jovem foi retirado à força.  

Leia mais notícias de São Paulo

O evento era "open bar" (com bebida gratuita no interior do espaço), tinha ingressos entre R$ 30 e R$ 90 e contou com a participação de nomes nacionais da música, como Marcelo D2 e a banda CPM 22. Os artistas compartilharam em suas páginas da rede social Facebook a mensagem da irmã de Victor, Bruna Costa. Ela lançou um apelo pela web com uma foto do jovem.

— Já procuramos em todos os lugares possíveis e impossíveis. Fomos em todos os cantos e nada.

Violência

Pela rede social, diversas pessoas disseram ter visto um rapaz parecido com Victor sendo retirado à força da festa por dois seguranças, como conta Bruna.

— Pessoas disseram ter visto uma pessoa ser retirada no mesmo horário que ele sumiu. Mas a empresa dos seguranças afirmou que não houve nenhuma ocorrência similar.

Em comentários da página, outros participantes da festa reforçaram a informação de que um jovem havia sido retirado do local por seguranças. "Vi dois seguranças lutando muito pra tirar um rapaz de camiseta escura da festa. Chegaram a derrubá-lo no chão com uma rasteira. Um segurança caiu em cima dele. Fez um barulho bem forte no chão, não sei se ele bateu a cabeça. Assim que levantaram, expulsaram o menino e ele saiu cambaleando, sozinho", disse uma das testemunhas no Facebook.

A USP autorizou a realização da festa, que contava com 140 seguranças particulares contratados pelo Grêmio. De acordo com o presidente do grêmio, André Simmonds, em nenhum momento houve desentendimento em que se necessitasse de intervenção da equipe de segurança e retirada de participantes do local.

Assista ao vídeo:

Victor Hugo Santos, de 20 anos, está desaparecido desde a madrugada do último sábado (20). Ele usava esta camiseta

Victor Hugo Santos, de 20 anos, está desaparecido desde a madrugada do último sábado (20). Ele usava esta camiseta

Reprodução/Facebook