São Paulo Covas apresenta sangramento no estômago e segue internado

Covas apresenta sangramento no estômago e segue internado

Segundo boletim médico, divulgado nesta quinta (6), foi iniciado tratamento local com radioterapia e não há previsão de alta

  • São Paulo | Do R7

Covas está internado e sem previsão de alta

Covas está internado e sem previsão de alta

Reprodução / Instagram Bruno Covas

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afastado do cargo para o tratamento de um câncer desde o último dia 3 de abril, apresentou um discreto sangramento residual no estômago após ser submetido a novo exame de endoscopia digestiva alta, realizado na quarta-feira (5).

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (6) pelo Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Segundo o boletim médico, a equipe médica iniciou o tratamento local com radioterapia para controlar o sangramento.

O prefeito está recebendo todo suporte clínico necessário e seu quadro clínico é estável, de acordo com o relatório, assinado pelos médicos Fernando Ganem, diretor-geral e de Governânça Clínica e Ângelo Fernandez, diretor clínico.

Os médicos também descartaram qualquer previsão de alta hospitalar para o prefeito paulistano, que já deixou o leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Covas é acompanhado pelas equipes coordenadas pelos médicos David Uip, Artur Katz, Tulio Eduardo Flesch Pfiffer, Raul Cutait e Roberto Kalil Filho.

Após o afastamento de Bruno Covas do cargo — concedido por 30 dias — para se dedicar ao tratamento, a cidade de São Paulo passou a ser comandada pelo vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB),

Últimas