São Paulo Cratera gigante se abre em avenida da zona oeste de SP após obras

Cratera gigante se abre em avenida da zona oeste de SP após obras

Superintendente da Sabesp afirma que temporais também impactaram no buraco; expectativa é normalizar o fluxo até sexta

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Expectativa é normalizar o fluxo na região até sexta-feira (17)

Expectativa é normalizar o fluxo na região até sexta-feira (17)

Reprodução/redes sociais - 13.02.2023

Uma cratera gigante se abriu na avenida Eliseu de Almeida, na altura do número 2.431, no bairro Parque da Previdência, no Butantã, zona oeste de São Paulo. O buraco surgiu na última quinta-feira (19) e foi ficando maior devido a obras que estão ocorrendo na região e ao impacto das chuvas.

Em entrevista à Record TV, o engenheiro civil e superintendente da Sabesp, Nivaldo Rodrigues da Costa Júnior, afirmou que o problema se deu por conta das fortes chuvas que atingiram a cidade no fim de semana e sobrecarregou o sistema de esgoto. A expectativa é normalizar o fluxo até sexta-feira (17).

Nivaldo explicou que há dois sistemas de água: o de drenagem, que recebe a água da chuva, e o de esgoto.

O sistema de esgoto acabou ficando sobrecarregado, pois algumas residências realizam conexões indevidas, e a água da chuva, que deveria ir para o sistema de drenagem, acaba indo para o de esgoto, que não possui capacidade suficiente.

Por isso, houve o rompimento da rede coletora de esgoto, e duas faixas da avenida acabaram cedendo. A via foi rapidamente interditada para que outros acidentes fossem evitados.

Agora, as equipes da Sabesp interromperam o sistema de esgoto e vão adequar a vala para poderem recompor a via e retomar o fluxo até sexta-feira.

A Sabesp está trabalhando em parceria com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) para a criação da faixa reversível da avenida e, assim, não causar tanto transtorno no trânsito.

Veja nota da prefeitura na íntegra

Via da Zona Oeste será compartilhada nos sentidos Centro e Taboão da Serra a partir da zero hora desta segunda-feira (13). Objetivo é minimizar transtornos provocados pelo rompimento de obra da Sabesp, que causou solapamento da avenida. Itinerários de ônibus serão mantidos.

O prefeito Ricardo Nunes esteve na tarde deste domingo (12) na avenida Eliseu de Almeida, no bairro do Butantã, Zona Oeste da cidade, para averiguar o solapamento da via no sentido Centro, provocado por uma obra da Sabesp, e tomar medidas para minimizar os transtornos para a população. A intervenção estava sendo executada pela companhia em um coletor de esgoto, que rompeu e danificou a Eliseu de Almeida entre a avenida Ministro Lauro Ferreira e a Rua Santa Albina.

De acordo com Nunes, uma das medidas será fazer o compartilhamento da avenida tanto no sentido Taboão da Serra quanto Centro. Na altura da Rua Mário Dias, local onde ocorre a obra da Sabesp, a via (nesse sentido, apenas) está bloqueada para garantir a segurança viária.

"Organizamos uma ação emergencial. Essa medida entrará em vigor a partir desta segunda-feira. E 25 agentes da CET estarão cuidando da sinalização. A Sabesp se comprometeu a acelerar essa obra e entregá-la até sexta-feira (17), para liberarmos a Eliseu de Almeida", explicou o prefeito, que também anunciou que não haverá alteração nos itinerários dos ônibus (mais informações abaixo).

"A ação da Prefeitura é corrigir a questão do trânsito, acompanhar a obra, cobrar agilidade da Sabesp e manter o transporte coletivo atendendo a população de forma satisfatória", enfatizou."

Últimas