São Paulo Criminosos atiram em vigias e roubam R$ 300 mil de carro-forte

Criminosos atiram em vigias e roubam R$ 300 mil de carro-forte

Crime aconteceu na zona sul de São Paulo, quando o veículo estacionou para abastecer um caixa eletrônico de supermercado 

  • São Paulo | Do R7, com Letícia Dauer e Enzo Cricca, da Agência Record

Carro-forte foi alvo de assaltantes, que balearam dois seguranças durante ação na zona sul

Carro-forte foi alvo de assaltantes, que balearam dois seguranças durante ação na zona sul

Rafael Ferraz / Record TV

Pelo menos dez suspeitos, em dois carros de luxo, assaltaram um carro-forte por volta de 13h da quinta-feira (15) no Grajaú, bairro da zona sul de São Paulo. Munidos de armas longas, os criminosos dispararam contra o veículo, acertaram dois seguranças e levaram aproximadamente R$ 300 mil. Um suspeito também foi atingido pelos tiros.

De acordo com a Polícia Militar, o carro-forte abastecia um caixa eletrônico dentro de um mercado, quando foi atacado pelos bandidos. A quadrilha portava diversas armas, incluindo um fuzil 556, de uso restrito das Forças Armadas. 

Ao menos dois veículos foram usados no crime: um Hyundai Tucson e um Hyundai i30, ambos de cor preta.

Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo informou que "o caso é investigado, sob sigilo, pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic)". A pasta também disse que "diligências estão em andamento visando à identificação dos autores" e que "detalhes serão preservados para garantir autonomia ao trabalho policial".

Assalto ao carro-forte

Conforme informações da PM, os criminosos desceram dos automóveis já disparando em direção aos vigilantes, responsáveis pela segurança do carro-forte. Os vigias reagiram e houve um intenso tiroteio.

Um dos seguranças foi baleado no braço e o outro, no abdômen. Ambos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados ao Hospital Geral do Grajaú. O estado de saúde das vítimas é estável.

Durante a troca de tiros, um dos suspeitos, de camiseta verde e calça jeans, também foi atingido por um disparo. Ele ainda não foi localizado pelos policiais.

No total, a quadrilha conseguiu roubar R$ 300 mil do carro-forte. Após o crime, com auxílio do helicóptero Águia 21, do Grupamento Aéreo da PM, policiais fizeram buscas pela região, mas, até o momento, ninguém foi preso.

O caso foi registrado e está sendo apurado pela Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio do Deic.

Últimas