São Paulo Cupertino foi confundido com suspeito de tráfico preso no Paraná

Cupertino foi confundido com suspeito de tráfico preso no Paraná

Assassino do ator Rafael Miguel chegou a ser dado como preso, mas informação foi desmentida pela polícia na tarde desta quarta-feira (28)

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Um homem chamado Paulo, preso nesta quarta-feira (28) em uma operação de combate ao tráfico de drogas em Centenário do Sul, no interior do Paraná, foi confundido com Paulo Cupertino, o assassino do ator Rafael Miguel e dos pais do rapaz. A informação da prisão foi confirmada esta manhã e desmentida de tarde.

Leia também: Após descoberta de fraude, novo RG de Paulo Cupertino é cancelado

Paulo Cupertino, assassino de Rafael Miguel, tirou RG falso com nome de Manoel Machado da Silva

Paulo Cupertino, assassino de Rafael Miguel, tirou RG falso com nome de Manoel Machado da Silva

Divulgação

O homem confundido com Cupertino e outros três suspeitos estavam com uma grande quantidade de maconha em um bar da cidade. "Existe um Paulo, que me parece, foi exatamente onde aconteceu essa confusão entre o Paulo Cupertino e o Paulo aqui na cidade que são similares aparentemente", afirmou o advogado Alysson Rosalino. A prisão aconteceu na cidade de Centenário do Sul e os detidos foram levados à delegacia seccional de Maringá.

Veja também: Delegacia do PR investiga como Cupertino tirou RG com dados falsos

Moradores da região disseram que a operçaão foi realizada com apoio do helicóptero por volta das 7h. Houve quem fosse à porta da delegacia de Centenário para saber sobre o que estava acontecendo e se a prisão de Cupertino ocorreu. A movimentação policial intensa é atípica na cidade, de 11 mil habitantes.

A confusão ocorreu dois dias depois da Record TV informar que Cupertino conseguiu tirar um RG oficial usando dados falsos no município paranaense de Jataizinho, na mesma região do estado onde o outro Paulo foi preso.

O delegado da Polícia Civil de São Paulo Nico Gonçalves, disse ao Balanço Geral que seguem as buscas por Cupertino. "Continua a caçada. Não vamos parar. Estamos sempre atrás dele, nunca paramos", afirmou.

Assista a todos os vídeos do caso Rafael Miguel:

Últimas