São Paulo Curto-circuito causou incêndio no Memorial da América Latina, indica laudo

Curto-circuito causou incêndio no Memorial da América Latina, indica laudo

Auditório passa por serviços de limpeza e depois será feita avaliação das obras estruturais

  • São Paulo | Do R7, com Fala Brasil

Fumaça tomou conta de parte do bairro Barra Funda, na zona oeste

Fumaça tomou conta de parte do bairro Barra Funda, na zona oeste

Reprodução/ Rede Record

O laudo do Instituto de Criminalística apontou que um curto-circuito foi a causa do incêndio que atingiu o auditório Simón Bolívar, do Memorial da América Latina, no dia 29 de novembro do ano passado.

O peritos concluíram que, pouco antes do fogo se alastrar, faltou luz no local e um gerador reserva foi acionado, o que pode ter provocado uma sobrecarga de energia.

O delegado responsável pelo caso pediu a prorrogação do inquérito e a Justiça ainda não se pronunciou.

Leia mais notícias de São Paulo

Até o fim deste mês, o auditório está passando por trabalhos de limpeza. Após essa etapa, o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) vai fazer uma nova avaliação para indicar as obras estruturais que vão precisar ser feitas no local.

Os engenheiros já haviam constatado que não houve danos à estrutura do prédio, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Sérgio Jacomini, diretor administrativo e financeiro do Memorial e responsável pelas obras de reforma, afirmou que não há um prazo estipulado para a reabertura do espaço.

Assista ao vídeo:

Últimas