São Paulo Delegacia de Defesa da Mulher é aberta em Arujá, na Grande SP

Delegacia de Defesa da Mulher é aberta em Arujá, na Grande SP

Imóvel inaugurado nesta segunda-feira (22) abriga sala de atendimento da OAB e oferece sala de espera com brinquedoteca 

Delegacia da Mulher de Arujá, na Grande São Paulo

Delegacia da Mulher de Arujá, na Grande São Paulo

Divulgação

Uma unidade da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) foi inaugurada nesta segunda-feira (22) Arujá, na Grande São Paulo. A 138ª DDM conta com cinco policiais, dois deles investigadores e dois escrivães. A coordenação é da delegada titular Vanessa Torres de Azevedo Chagas. 

O imóvel possui, no andar térreo, uma sala de atendimento especializado, uma sala da OAB/SP (Ordem dos Advogados do Brasil), uma sala Lilás, uma sala da assistência social, uma sala de atendimento com acessibilidade, um banheiro com acessibilidade, um banheiro feminino com fraldário e um sanitário masculino. No primeiro andar, há quatro salas, uma de espera com brinquedoteca, uma de investigação, uma de cartório, uma da autoridade policial, além de uma copa e dois banheiros para funcionários.

A SSP (Secretaria da Segurança Pública) firmou convênio com a prefeitura de Arujá para prestação de serviço de assistência social e psicológica na delegacia, com um profissional de cada área. A sala da OAB-SP oferecerá atendimento de três estagiários do curso de Direito.

Foram investidos R$ 15 mil pelo governo do estado na compra de tintas e outros materiais para pintura, além da placa de inauguração. A prefeitura de Arujá ficou responsável pela mão de obra, com serviços entre os dias 26 de fevereiro e 7 de março. 

Últimas