São Paulo Detento mata a mulher durante visita a Presidente Venceslau (SP)

Detento mata a mulher durante visita a Presidente Venceslau (SP)

De acordo com a polícia, o homem teria tido um surto psicótico quando assassinou a mulher e a jogou nua em um dos pavilhões

  • São Paulo | Do R7*

Mulher é morta por preso na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau (SP)

Mulher é morta por preso na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau (SP)

6.7.2019 - Márcio Neves/R7

Um caso de feminicídio foi registrado neste domingo (13) na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau (SP). Segundo informações da Polícia Civil de São Paulo, uma mulher foi morta no interior do presídio pelo marido enquanto visitava o detento na unidade prisional.

De acordo com a polícia, o homem teria tido um surto psicótico quando assassinou a mulher. Segundo informações, ele matou a companheira e a jogou nua no pátio do pavilhão habitacional 3, depois de enforcar a visitante e bater a cabeça dela na parede de concreto da unidade.

A vítima, de 41 anos, foi morta pelo companheiro durante uma visita íntima à penitenciária de segurança máxima em Presidente Venceslau, no interior de São Paulo. Outro detento que estava na mesma cela ouviu um barulho e quando percebeu a mulher estava sem vida.

Após o crime, o homem disse que o motivo teria sido um desentendimento entre o casal. A vítima e o autor moravam na capital paulista. O homem, de 38 anos, tinha passagens pela polícia por vários crimes, entre eles roubo, receptação e tráfico de drogas. Há suspeitas de que ele tenha ligação com alguma organização criminosa.

Mulher foi morta durante visita a Presidente Venceslau (SP)

Mulher foi morta durante visita a Presidente Venceslau (SP)

Reprodução

Muitos dos presos que cumprem o regime de segurança máxima em Presidente Venceslau são considerados de alta periculosidade e integram facções criminosas que atuam em várias partes do país, dentro e fora dos presídios. 

A SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) confirmou que no domingo (13), por volta das 11h30, um preso da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau matou a mulher por meio de esganadura e lesões na cabeça durante uma visita. "Imediatamente o fato foi comunicado à autoridade policial local e registrado o boletim de ocorrência. A pasta abriu procedimento apuratório disciplinar e preliminar dos fatos."

* Com a colaboração de Rafael Silva, da Record TV.

Últimas