São Paulo Doria anuncia em Dubai acordos para ampliação de exportações

Doria anuncia em Dubai acordos para ampliação de exportações

Foram fechados 4 acordos de cooperação que preveem ainda investimento em SP. Missão rendeu US$ 1,1 bi em acordos privados

  • São Paulo | Léo Lara, da Record TV, em Dubai (Emirados Árabes Unidos)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou em viagem aos Emirados Árabes nesta quinta-feira (28) que foram fechados acordos com quatro instituições e empresas do país com foco em investimentos e facilitação de exportações em São Paulo. Além disso, foram feitos 12 acordos privados entre empresas do estado e representantes árabes, com previsão de US$ 1,1 bilhão em novos investimentos.

Doria em encontro com representantes de fundos em Dubai

Doria em encontro com representantes de fundos em Dubai

Divulgação/Governo de São Paulo - 28.10.2021

Doria fez um balanço da missão estadual na Expo Dubai, mais especificamente na São Paulo Week, que foca ao longo desta semana a divulgação de oportunidades de investimento no estado.

Os acordos foram fechados sob a coordenação da InvestSP, a Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade. A parceria entre São Paulo e a Câmara de Comércio e Indústria de Sharjah – cidade vizinha a Dubai – prevê o atendimento prioritário a empresas paulistas e intercâmbio de informações estratégicas com a instituição árabe. De acordo com Doria, a Câmara de Sharjah tem interesse em investimentos internacionais nas áreas de infraestrutura e empreendimentos imobiliários.

Outro acordo foi fechado com o DMCC (Dubai Multi Commodities Centre), órgão ligado ao Governo de Dubai, para fornecer infraestrutura física e financeira à importação de commodities no Oriente. O terceiro termo de cooperação mútua foi assinado com a multinacional líder mundial de logística DP World, que atua em mais de 80 países e está sediada em Dubai. A empresa opera terminais no porto de Santos e associou a InvestSP a um programa para facilitação de exportações e redução de barreiras burocráticas.

Por fim, o Governo de São Paulo também fechou parceria com o Abu Dhabi Global Market, centro financeiro internacional e zona franca na capital dos Emirados Árabes. O acordo prevê ações para promover mercados e serviços financeiros no Brasil e apoio direto a empresas paulistas.

Entre os acordos privados, o destaque vai para a Agrimpex, negociadora de commodities agrícolas que vai investir R$ 971 milhões em São Paulo e gerar mais de 500 empregos no estado para cumprir os acordos comerciais com investidores dos Emirados Árabes Unidos.

Prévias

O governador evitou nesta quinta comentar as prévias do PSDB para a escolha do representante do partido nas eleições à Presidência da República no próximo ano. Ele disputará a indicação com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e com o ex-prefeito de Manaus Artur Virgílio Neto. 

Nos últimos dias, Doria alfinetou o concorrente do Rio Grande do Sul após Leite enviar ao PSDB uma representação com a indicação de que 92 prefeitos e vice-prefeitos haviam se filiado ao partido fora do prazo previsto. O mandatário paulista afirmou que havia uma tentativa de "ganhar no grito", e foi rebatido em nota pelos diretórios da Bahia, Ceará, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Na quarta-feira (27), o PSDB decidiu excluir temporariamente os 92 delegados citados na representação de Leite. 

Nesta quinta, Doria evitou comentar o tema novamente e afirmou que as prévias devem ser tratadas pelas lideranças do PSDB.

Últimas