Eleições 2022

São Paulo Doria deve deixar governo até 2 de abril para concorrer à Presidência

Doria deve deixar governo até 2 de abril para concorrer à Presidência

Vice-governador e pré-candidato ao governo de São Paulo em 2022, Rodrigo Garcia (DEM) assumirá o cargo

  • São Paulo | Do R7

Doria teve a campanha de imunização como uma das marcas da gestão

Doria teve a campanha de imunização como uma das marcas da gestão

Governo do Estado de São Paulo - 10.02.2022

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que vai deixar o cargo em abril para concorrer à Presidência da República em 2022. No lugar dele assumirá o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), pré-candidato ao governo de São Paulo em 2022. Doria deve deixar o cargo até o dia 2 de abril, um sábado.

Essa será a segunda vez que o tucano deixa um cargo para concorrer a outro no Executivo. Em 2018, ele saiu da Prefeitura de São Paulo, que ficou com o então vice, Bruno Covas (PSDB), para concorrer ao governo estadual.  

Desde que assumiu o cargo, Doria sempre demonstrou interesse em concorrer ao Palácio do Planalto. Com a chegada da pandemia de Covid-19, o governador rompeu com o presidente Jair Bolsonaro e passou a adotar políticas antagônicas às do mandatário.

Com o esforço de comprar e fabricar a vacina da CoronaVac no estado, Doria teve a campanha de imunização como uma das marcas de sua gestão. Ele também teve medidas marcantes como a aprovação da Reforma da Previdência estadual e a adoção de câmeras no uniforme da Polícia Militar.  

Últimas