São Paulo Em liberdade condicional, Paulo Maluf pretende morar em Campos do Jordão (SP)

Em liberdade condicional, Paulo Maluf pretende morar em Campos do Jordão (SP)

Ex-prefeito de São Paulo tem planos de dividir a moradia: seis meses na cidade do interior e os outros seis na capital paulista

  • São Paulo | Do R7

Paulo Maluf se locomove com auxílio de cadeira de rodas

Paulo Maluf se locomove com auxílio de cadeira de rodas

Rovena Rosa/Agência Brasil - 07.03.2016

O ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf, de 90 anos, planeja morar em Campos do Jordão, como confirmou um familiar do ex-político ao R7.

Em liberdade condicional concedida pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), ele pretende dividir a moradia: seis meses no município do interior do estado e os outros seis na capital paulista.

Recuperando-se de uma cirurgia no fêmur, Maluf tem dificuldade para caminhar e se locomove com o auxílio de uma cadeira de rodas.

Ultimamente, o ex-deputado federal vem contando com o apoio de Sylvia Maluf, sua esposa, e enfermeiros na residência onde vive, em São Paulo.

De acordo com o filho, Flávio Maluf, o pai está em São Paulo por conta de um tratamento, mas deve ir para Campos em 10 dias. A ideia é que ele retorne da cidade apenas para cuidar da saúde, se não houver emergências médicas.

Ainda segundo o filho, Maluf tem diversos problemas de saúde considerados normais para a idade, mas alguns são controlados com remédio.

"Problemas como a surdez, o aparelho não funciona 100%, mas só de ter ele por perto já é gratificante. O que mais incomoda ele é não poder andar mais em função de algum problema neurológico na coluna que o deixou permanentemente na cadeira de rodas", relatou.

Recuperação da Covid

Maluf ficou internado com Covid-19 entre 18 e 27 de fevereiro, no Hospital Vila Nova Star, na Vila Nova Conceição, zona sul de São Paulo (SP). Após a alta, o ex-deputado se recuperou bem da doença.

A liberdade condicional foi concedida por Fachin durante o período de internação, no dia 24. Na decisão, o ministro do STF levou em consideração o estado de saúde do ex-político e critérios como bom comportamento durante a pena.

Paulo Maluf, 90, e seu sobrinho Alberto

Paulo Maluf, 90, e seu sobrinho Alberto

Arquivo pessoal

Últimas