São Paulo Em SP, GCM é preso após atirar na ex-mulher por causa de celular

Em SP, GCM é preso após atirar na ex-mulher por causa de celular

Crime ocorreu na tarde de segunda-feira (29), na Brasilândia. Homem teria tentado contra a própria vida após atirar na ex-companheira

GCM atira na ex-mulher na zona norte de São Paulo

GCM atira na ex-mulher na zona norte de São Paulo

Reprodução Record TV

Um GCM (Guarda Civil Metropolitana), de 38 anos, foi preso por tentativa de homicídio contra ex-companheira, por causa de um celular, na Brasilândia, na zona norte de São Paulo, nesta segunda-feira (29).

A PM (Polícia Militar) foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica, na rua Antônio de Almeida Viana. No local, encontraram Ademar Pereira da Silva e a vítima no chão.

Leia mais: GCM é baleada e morre em padaria de São Caetano do Sul, em SP

As duas filhas do casal, que estavam na residência, foram ouvidas e disseram que Silva teve uma crise de ciúmes após a mulher se recusar a mostrar o celular. Em seguida, o guarda civil teria pegado a arma de fogo e atirado contra a vítima. Logo após, o homem tentou cometer suicídio.

O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o Corpo de Bombeiros foram acionados e prestaram os primerios socorros, tanto à vítima quanto o autor do crime. As filhas do casal, por sua vez, foram encaminhadas ao Pronto Socorro João Paulo. Silva foi encaminhado ao Pronto Socorro de Cachoeirinha, onde segue internado sob escolta policial. A vítima também permanece internada.

A arma utilizada pelo guarda civil metropolitano foi apreendida e encaminhada para perícia. O caso foi registrado como tentativa de homicídio pelo 45° DP (Brasilândia).