São Paulo Empresários chineses são encontrados dentro de porta-malas de jipe após sequestro em Osasco

Empresários chineses são encontrados dentro de porta-malas de jipe após sequestro em Osasco

Grupo foi sequestrado na zona oeste de São Paulo; suspeitos usavam armas falsas e os abrigaram a fazer transferências bancárias

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi e Augusta Ramos, da Agência Record

Viaturas da polícia; quatro chineses foram salvos

Viaturas da polícia; quatro chineses foram salvos

Divulgação/Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo

Quatro empresários chineses foram resgatados de um sequestro no bairro de Presidente Altino, em Osasco, Grande São Paulo. O grupo foi encontrado dentro do porta-malas de um Jeep Compass na madrugada desta terça-feira (5).

Segundo informações da Polícia Militar, a equipe realizava patrulhamento pelo bairro quando suspeitou de um carro branco estacionado com a lanterna acesa.

Ao tentar realizar a abordagem, o veículo, avaliado em cerca de R$ 180 mil, arrancou em alta velocidade e colidiu contra uma casa, na mesma rua. Os três suspeitos desembarcaram do automóvel e fugiram a pé, pelo escadão da estação Presidente Altino.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

No porta-malas do carro, a PM localizou as quatro vítimas de sequestro, que são empresários e engenheiros que vieram ao Brasil a trabalho.

No automóvel, foram apreendidas duas armas falsas. As vítimas relataram que foram ameaçadas o tempo todo para a realização de transferências bancárias. Foram levados R$ 400 em espécie e aparelhos celulares.

Dois dos reféns, Liangbo Zhu e Jun Zhang, relataram que foram abordados na avenida Engenheiro Billing, zona oeste da capital, enquanto trocavam pneu do carro, que furou quando eles passaram em cima de pedras.

Enquanto isso, Dianjun Zhang e Hongxuan Tang estavam em outro carro, esperando os colegas terminarem a troca. Em dado momento, seis suspeitos se aproximaram, abordaram os empresários e os colocaram no carro.

Além dos chineses, mais quatro sequestradores entraram no automóvel. Os outros dois recolheram alguns pertences das vítimas e foram embora.

O veículo Audi foi encontrado no mesmo endereço da abordagem. A polícia está investigando se as pedras foram colocadas intencionalmente na via. 

Dinheiro compra segurança? Relembre casos de famosos ricos que foram vítimas de assalto

Últimas