São Paulo Escola recebe ameaça de massacre em Santo André, no ABC paulista

Escola recebe ameaça de massacre em Santo André, no ABC paulista

Após pichações com anúncio de massacre para esta quinta-feira (5), Polícia Militar faz vistoria no prédio para investigar o caso

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Colégio sofre ameaça de ataque em Santo André, no ABC paulista

Colégio sofre ameaça de ataque em Santo André, no ABC paulista

Reprodução Record TV

Uma escola particular localizada em Santo André, no ABC paulista, é vistoriada pela Polícia Militar na manhã desta quinta-feira (5) após ter sofrido uma ameaça de massacre. O caso aconteceu no Colégio Adventista de Santo André, localizado na avenida dos Andradas, altura do número 367, na Vila Santa Teresa.

Uma pichação que circula pelas redes sociais mostra a frase "Massacre está avisado 05/05", encontrada no banheiro masculino. A Polícia Militar realizou vistorias no interior do imóvel nesta manhã para averiguar as ameaças.

A unidade escolar não soube informar detalhes do caso, como a data em que foi realizada a pichação. Na manhã desta quinta (5), uma viatura da Polícia Militar foi encaminhada ao colégio para acompanhar a diretoria da escola na vistoria.

De acordo com o Colégio Adventista, mesmo com a ameaça os alunos compareceram normalmente às aulas. Imagens flagradas pelo helicóptero da Record TV mostraram uma viatura da PM estacionada no pátio da escola.

Ameaça no banheiro masculino

Ameaça no banheiro masculino

Reprodução

Em nota, o Colégio Adventista de Santo André esclareceu que a frase foi encontrada em um dos banheiros masculinos da instituição.

A direção, então, acionou a Polícia Civil e a Militar, além  do Conselho Tutelar, e averigua a origem do texto.

"A direção do colégio considera a divulgação de tais mensagens um ato gravíssimo, ainda que possa ser uma brincadeira inconsequente, por isso reuniu o Conselho Disciplinar para adotar todas as providências de acordo com o previsto no Regimento Escolar e no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente)", informou em nota.

Segundo a instituição de ensino, foram reforçados a orientação aos profissionais de vigilância e o controle de ingresso dos alunos no ambiente escolar. As autoridades policiais também foram chamadas para uma participação mais efetiva na realização de rondas.

"As atividades educacionais transcorrem de forma natural, pois o Colégio Adventista de Santo André já tomou e continuará tomando todas as medidas necessárias para que a integridade física e emocional de seus alunos e colaboradores permaneça preservada", concluiu.

Últimas