Espécie rara de girafa nasce em zoológico no interior de SP

Casal da espécie Rothschild, a mais alta do planeta e ameaçada de extinção, é o primeiro a se reproduzir em ambiente sob cuidados humanos no Brasil

Parto do filhote fêmea durou cerca de quatro horas

Parto do filhote fêmea durou cerca de quatro horas

Divulgação/ Zooparque Itatiba

O Zooparque Itatiba, no interior de São Paulo, registrou nesta segunda-feira (27) o nascimento de uma girafa da subespécie Rothschild, uma das mais raras e ameaçadas no mundo. O filhote, uma fêmea, nasceu de forma natural no dia 16 de setembro, com cerca de 1,80 m de altura e 70 kg. O Zooparque é o único zoológico no Brasil a abrigar esta subespécie sob seus cuidados.

A reprodução do casal, que tem por volta de cinco anos de idade, era esperada pelo fato de macho e fêmea terem atingido a maturidade sexual da espécie. O parto durou cerca de cinco horas e foi acompanhado pelos profissionais do zoológico. Depois do nascimento, os filhotes de girafa ficam com as mães por aproximadamente de 15 a 18 meses, mas mamam até os 13 meses. 

Os cuidados diários oferecidos pela equipe de cuidadores e equipe veterinária foi essencial para acompanhar a saúde da mãe e o desenvolvimento do filhote durante a gravidez. Antes de nascer, uma área de maternidade especial foi criada no recinto para abrigar a futura mãe e o filhote, contando com substrato especial e área de cambiamento.

Mais alta do planeta

A subspécia de girafa Rotschild é a mais alta do mundo. Os machos podem atingir cerca de 6m e as fêmeas, 4,5m. Elas vivem em pequenos grupos se comparados com outras espécies, sendo que cada bando é formado por fêmeas e suas crias. Os machos se aproximam somente no momento da reprodução.

A IUCN (Comissão de Sobrevivência de Espécies da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais) considera a existência de nove subespécies diferentes de girafas no mundo, e a Rothschild é a mais ameaçada entre elas. Segundo a organização, existem aproximadamente 2.100 indivíduos desta girafa na natureza.

Ciclovia na Marginal Pinheiros terá centro de apoio animal