São Paulo Estado de SP anuncia investimento de R$ 50,4 mi em cidades turísticas

Estado de SP anuncia investimento de R$ 50,4 mi em cidades turísticas

Quantia foi disponibilizada para o programa de melhoria das cidades e chegarão a todas as regiões administrativas do estado

Governo de SP libera R$ 50,4 milhões para municípios turísticos

Governo de SP libera R$ 50,4 milhões para municípios turísticos

Thomaz Kravezuk/R7

Um convênio de R$ 50,4 milhões com 140 cidades turísticas foi autorizado pelo governo do estado de São Paulo nesta terça-feira (25). Os recursos serão utilizados para obras e melhorias de infraestrutura dos chamados MITs (Municípios de Interesse Turístico). 

Com a autorização, a Secretaria de Turismo e Viagens, por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), formalizará os convênios e dará início ao processo de liberação dos recursos.

“É um dia histórico para o turismo de São Paulo e do Brasil. É um marco da retomada, do programa que foi implantado desde o primeiro dia desse governo com intenção clara de colocar o turismo no centro da estratégia do desenvolvimento do Estado de São Paulo”, disse Vinicius Lummertz, Secretário de Turismo e Viagens.

Os MITs têm como objetivo ampliar e qualificar a oferta turística do estado. Com exceção das 70 estâncias, que têm um regime próprio e consolidado por décadas, todos os demais 575 municípios paulista estão aptos a se tornarem MITs, respeitado o limite atual de 140 vagas. Para ser considerado MIT, é preciso preencher alguns critérios, como potencial turístico, ter um Conselho Municipal de Turismo, serviço médico emergencial, infraestrutura básica, plano diretor de turismo e atrativos turísticos reconhecidos.

Os MITs estão distribuídos pelas 16 regiões administrativas do estado de São Paulo e, com as 70 cidades classificadas estâncias,compõem uma oferta turística variada e descentralizada, que abrange 1/3 dos municípios paulistas.

No ano passado, para que as 210 cidades turísticas do estado – 70 estâncias e 140 MITs – estivessem mais bem preparadas para a retomada das viagens no pós-pandemia, foram repassados R$ 223,3 milhões, com foco na continuação e conclusão das obras em andamento. Esse mesmo projeto deve ser adotado em 2021, quando devem ser entregues mais de cem obras.

Últimas