São Paulo Estado de SP corta orçamento de unidades de saúde em 12%

Estado de SP corta orçamento de unidades de saúde em 12%

Medidas de combate à covid-19 estão fora do corte, que  entra em vigor em 40 dias e vale para o pagamento do mês de março 

  • São Paulo | Beatriz Leite, da Agência Record

Sala de enfermagem

Sala de enfermagem

Léo Burgos/Folhapress - 06.09.2017

A secretaria estadual de Saúde de São Paulo cortou em 12% o orçamento de unidades de saúde, exceto em caso de ações de combate à covid-19, de acordo com decreto publicado na terça-feira (5) no Diário Oficial do Estado de São Paulo. O texto entra em vigor em 40 dias e vale para o pagamento do mês de março de 2021.

A medida abrange unidades pertencentes à administração direta, entidades filantrópicas sem fins lucrativos, prefeituras municipais, autarquias, instituições universitárias, fundações e consórcios intermunicipais, A determinação impacta diretamente em hospitais filantrópicos, universitários e nas Santas Casas do estado.

As justificativas da pasta foram a manutenção de despesas para o combate à Pandemia do novo Coronavírus e a necessidade de manter austeridade para o controle de gastos para o equilíbrio das contas públicas.

Últimas