São Paulo Estelionatário aplica golpe em quem vende dólar pela internet

Estelionatário aplica golpe em quem vende dólar pela internet

Suspeito responde a dez inquéritos, oito por estelionato, e está em liberdade provisória. Vítima pode responder por sonegação

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Golpista responde a dez inquéritos

Golpista responde a dez inquéritos

Reprodução/Record TV

Um homem é suspeito de aplicar golpes em pessoas que querem vender moeda estrangeira sem pagar taxas. A prática é ilegal, mas o suposto golpista, que já conhecido da polícia, conseguiu receber dólares, sem dar nada em troca.


Foi pela internet que uma das vítimas anunciou a venda dos dólares. mas o que encontrou na rede social disposto a negociar foi um golpista. Ele receberia R$ 6.480. Assim que demorou a transferência na compra dos US$ 1.200 via Pix, veio a desconfiança. Como garantia, o estelionatário, então, mostrou o que seriam os documentos dele. Na identidade, aparecia o nome de Thiago Xavier Dinely. Uma hora depois, nada.

Ele falou pra mim 'você consegue tirar foto da minha placa do carros, dos meus documentos e depois a gente vai conversando. Depois de uma hora, quando eu comecei a ligar pra ele e ele não me atende, eu fui atrás, aí depois caiu pra mim a ficha. Já sei que foi um golpe mesmo", relata a vítima.

Na polícia, Thiago responde a dez inquéritos, oito deles por estelionato. Ele está em liberdade provisória. 

"Provavelmente, depois dessa vítima nós teremos outras. Ele já volta a agir porque está se sentindo livre desde março de 2020, quando o mandado de prisão que tinha contra ele foi revogado", afirma a delegada Ivalda Aleixo.

A internet não é o caminho mais seguro para esse tipo de transação. O ideal na compra e venda de moeda estrangeira é procurar instituições devidamente autorizadas, como bancos ou casas de câmbio. Tentar fugir das taxas sobre a negociação pode sair caro e terminar em prejuízo. Dependendo do caso, a vítima pode até ser investigada por sonegação fiscal.

Últimas