São Paulo Estudante da USP é preso após atirar pedra contra viatura da PM

Estudante da USP é preso após atirar pedra contra viatura da PM

 Testemunhas, no entanto, afirma que o jovem, morador do Crusp, foi agredido durante uma abordagem na noite de sábado

  • São Paulo | Carolina Lopes*, da Agência Record

Estudante da USP é preso após jogar pedra em viatura da PM

Estudante da USP é preso após jogar pedra em viatura da PM

Reprodução/Instagram

Um estudante da USP (Universidade de São Paulo) foi detido no campus Butantã, zona oeste de São Paulo, na noite de sábado (7) após atirar uma pedra contra uma viatura da Polícia Militar. Testemunhas, no entanto, afirma que o jovem foi agredido durante uma abordagem.

O coletivo formado por estudantes da universidade e moradores do Crusp (Conjunto Residencial da USP), divulgou vídeos em redes sociais denunciando a postura dos policiais.

Um jovem não identificado, que faz a filmagem, questiona o motivo da prisão, enquanto os policiais levam o jovem, Giovani Schiaroli Ramos, de 20 anos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os policiais estavam na base comunitária da polícia, localizada na Cidade Universitária, quando o rapaz, sem motivo aparente, lançou uma pedra contra a viatura, que estava estacionada. Imagens de câmeras de segurança registraram a ação.

Dois agentes foram atrás de Giovani em uma viatura. Quando ele abandonou a bicicleta, a PM tentou desviar e bateu contra uma árvore. Os agentes continuaram a pé, e conseguiram alcançar o rapaz. Segundo a versão da polícia, Giovani resistiu à abordagem. Em seguida, o jovem e um dos agentes caíram. O agente quebrou o dedo e machucou a cabeça.

Ao perceber a ação, jovens se aglomeraram próximo à cena e denunciam que houve uma agressão, além de ameaças, conforme relato publicado pelo coletivo.

O estudante foi levado ao 91º DP (Ceagesp), preso em flagrante por dano qualificado, resistência, lesão corporal e drogas para consumo pessoal sem autorização ou em desacordo.

Segundo o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo, o rapaz foi solto, após audiência de custódia. O caso foi encaminhado ao 93º DP (Jaguaré), para investigação.

Em nota enviada na quarta-feira (11), a PM informa que o jovem foi preso em flagrante por dano qualificado, resistência, lesão corporal e drogas para consumo pessoal sem autorização ou em desacordo. Segundo o texto, o estudante preso não demonstrou arrependimento na delegacia e não justificou o ataque à viatura. Com ele foi localizado um cigarro de maconha.

Estagiária sob supervisão de Leticia Dauer

Últimas