São Paulo Estupros acontecem dentro de casa em 78% dos casos em São Paulo

Estupros acontecem dentro de casa em 78% dos casos em São Paulo

Dados revelados com exclusividade pelo Domingo Espetacular mostram que menores de 18 anos são maioria entre as vítimas

  • São Paulo | Marcela Larocca e Tony Chastinet, da Record TV

Menores de idade são maioria das vítimas

Menores de idade são maioria das vítimas

Agência Brasil

Os menores de 18 anos são maioria entre as vítimas de estupro na cidade de São Paulo, segundo dados revelados com exclusividade pelo Domingo Espetacular. Além disso, o abuso acontece dentro de casa em 78% dos casos, mostrou a reportagem veiculada neste domingo (14). Em muitos casos, o abuso é praticado por pessoas próximas à vítima.

Carla Vanessa da Silva afirma que foi abusada pelo próprio tio entre os 3 e os 11 anos, sem ninguém perceber. Ela relata uma das situações vivenciadas: "Eu estava deitada de bruços e só senti um peso nas minhas costas. Quando eu olhei para trás era ele e eu pedi pelo amor de Deus, estava doendo muito", disse.

Com maior número em sete anos, SP registra estupro a cada 42 minutos

Segundo ela, o parente era considerado uma pessoa de bem, acima de qualquer suspeita, mas se revelava dentro de casa. A vítima conta que só conseguiu encará-lo vinte anos depois dos abusos.

Crime silencioso

Segundo a promotora da Justiça Celeste dos Santos, o abuso sexual de crianças e adolescentes é considerado o principal problema de saúde pública do mundo. "Foi constatado que no mundo apenas 2% dos casos de abuso sexual de crianças e adolescentes são reportados às instancias formais de controle. Ou seja, a polícia, ao Ministério Público, ao Poder Judiciário. Isso enquanto eles ainda são menores de idade", afirma.

No Brasil, a cada hora, quatro crianças são abusadas. São 96 por dia, e 2.880 por mês. Em São Paulo, a maior cidade do país, só três a cada dez denúncias são investigadas no ano em que a agressão aconteceu. 

Últimas