São Paulo Ferroviários da CPTM entram em greve a partir da 0h desta quinta

Ferroviários da CPTM entram em greve a partir da 0h desta quinta

Paralisação afetará por tempo indeterminado linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda, 10-Turquesa e 13-Jade em Guarulhos

  • São Paulo | Do R7

Divulgação

Os ferroviários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) entrará em greve por tempo indeterminado desde 0h desta quinta-feira (15) para exigir reajuste salarial.

A paralisação afetará as linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda, 10-Turquesa e o trecho de Guarulhos da linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Uma audiência de conciliação no TRT (tribunal Regional do Trabalho) terminou sem acordo entre a empresa e os Sindicatos da Sorocabana, de São Paulo e dos Engenheiros de São Paulo. "O TRT propôs que a CPTM repusesse o salário em 6,22%, mas a empresa não aceitou. A categoria está cansada de tanto desrespeito e resolveu parar o serviço a partir da 0 hora dessa quinta", esclareceu o presidente interino do Sindicato da Sorocabana, José Claudinei Messias.

Apenas as linhas 11-Coral e 12-Safira vão operar, pois são ligadas a outro grupo sindical, que não fez parte da audiência.

De acordo com o sindicato, a CPTM não reajusta os vencimentos desde 2019 e está atrasando a data-base da nova proposta aos ferroviários. A empresa também não aceitou o acordo proposto pelo Ministério Público ao pagamento do PPR (Programa de Participação nos Resultados) 2020, com duas parcelas já vencidas.

Em publicação nas redes sociais, a CPTM disse lamentar a decisão dos sindicatos, e afirmou que a companhia "tem uma decisão da Justiça do Trabalho que determina a manutenção de 80% dos trabalhadores no horário de pico e 60% nos demais horários, sob pena de multa diária de R$ 100 mil".

A CPTM afirmou ainda que "irá operar com um plano de contingência para atender a todos que precisam do transporte, principalmente aos que trabalham em serviços essenciais".

Últimas