São Paulo "Foi um susto terrível", afirma o entregador ferido por um porco

"Foi um susto terrível", afirma o entregador ferido por um porco

Willian Rodrigues teve perfuração de 7 cm e levou 14 pontos nas nádegas. Ele terá de ficar até 30 dias afastado do trabalho

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Entregador estava trabalhando quando foi surpreendido com o ataque do porco

Entregador estava trabalhando quando foi surpreendido com o ataque do porco

Reprodução Record TV

O entregador Willian de Souza Rodrigues, de 43 anos, terá de ficar até um mês afastado do trabalho depois de ter sido atacado por um porco em Franca, no interior de São Paulo. Ele estava na moto e fazia uma entrega no domingo (18) quando foi atingido. "Foi um susto terrível. Nunca passa pela cabeça que vamos ser atacados por um animal daquele porte", disse em entrevista à Record TV.

O vídeo do ataque viralizou nas redes sociais. Segundo a vítima, o porco saiu do meio do mato, passou na frente de um carro e bateu na roda da motocicleta. Com a caixa de entrega nas costas, Willian tentou levantar a moto, mas ao ser perseguido pelo animal, saiu correndo em direção à calçada. Ele caiu duas vezes, em uma delas bateu a cabeça na placa de sinalização e foi então mordido nas nádegas.

"Foi até triste porque eu estava lendo sobre os animais e se pega numa artéria? A profundidade do furo foi de sete centímetros e as pessoas rindo, zombando e ninguém desceu para ajudar. O porco se afastou sozinho", lembra o entregador.

Afastado do trabalho

Após o susto, Willian se recupera em casa ao lado da família e levou 14 pontos nas nádegas. Ele é professor de zumba, mas, na pandemia, teve de procurar outro emprego para garantir a renda. "De 15 a 30 dias em casa sem poder trabalhar e era a única atividade que eu estava exercendo", revela.

No ataque, a moto foi danificada e o celular do entregador. Os amigos decidiram fazer uma "vaquinha" para ajudá-lo, já que ele não poderá trabalhar nos próximos dias. 

Porco chamado de Torinho é uma mistura com javali e pesa mais de 150 quilos

Porco chamado de Torinho é uma mistura com javali e pesa mais de 150 quilos

Porco capturado

O porco se chama Torinho e é resultado do cruzamento com um javali. Ele tem dono e teria sido criado em meio a cães da raça pit bull. 

Após o ataque ao entregador, o animal voltou para uma área de preservação ambiental. Foram várias as tentativas de captura do porco, que pesa mais de 150 quilos. Ele não é castrado e é um animal violento. Até atacou o dono, mas foi colocado na caçamba de um veículo.

O porco costumava ficar em um local improvisado, com estrutura fraca, sem água e sem comida e costumava fugir. Foi assim que escapou e atacou Willian.  

Últimas