São Paulo Greve do Metrô e da CPTM é confirmada após assembleia

Greve do Metrô e da CPTM é confirmada após assembleia

Os sindicatos protestam contra as privatizações nos setores de transporte e saneamento no estado de São Paulo

  • São Paulo | Do R7

A paralisação deve durar 24 horas

A paralisação deve durar 24 horas

Edu Garcia/R7 - 23.03.2023

Funcionários do Metrô, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) confirmaram a greve após se reunirem em assembleia na noite desta segunda-feira (2). A paralisação vai ocorrer nesta terça-feira (3) a partir da meia-noite e deve durar 24 horas.

As categorias reivindicam o cancelamento dos processos de privatização e terceirização, além da realização de um plebiscito para consultar a população sobre a concessão dessas empresas públicas.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

A gestão de Tarcísio de Freitas (Republicanos) classificou a paralisação como ilegal e abusiva. "É absolutamente injustificável que um instrumento constitucional de defesa dos trabalhadores seja sequestrado por sindicatos para ataques políticos e ideológicos à atual gestão", declarou em comunicado oficial.

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região determinou que os ferroviários e metroviários trabalhem normalmente nos horários de pico — das 6h às 9h e das 16h às 19h — e 80% nos demais períodos.

Serão afetadas pela greve as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata do Metrô, além da 7-Rubi, 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade da CPTM.

Privatizadas, as linhas 4–Amarela, 5–Lilás, e 8-Diamante e 9-Esmeralda, administradas pela ViaMobilidade e pela ViaQuatro, funcionarão normalmente ao longo desta terça-feira.

Para amenizar o impacto da greve, a Prefeitura de São Paulo informou que vai reforçar a frota de ônibus. Segundo a gestão de Ricardo Nunes, 100% dos veículos serão colocados à disposição da população.

Rodízio

A prefeitura também anunciou a suspensão do rodízio de veículos para essa terça. O anúncio do poder público municipal faz com que os veículos com finais de placa 3 e 4 possam circular pela cidade sem nenhum tipo de restrição ou punição.

Ponto facultativo

O governo determinou ponto facultativo em todos os serviços públicos estaduais da capital nesta terça-feira. Os serviços de segurança pública não serão afetados, assim como os restaurantes e postos móveis do Bom Prato.

As consultas em AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) e em outras unidades de saúde estaduais serão reagendadas, além dos serviços nos postos do Poupatempo.

Últimas