São Paulo Grupo suspeito de fazer falsa blitz para roubar cargas é preso em SP

Grupo suspeito de fazer falsa blitz para roubar cargas é preso em SP

Polícia investigava os suspeitos desde março. Eles negaram ordem de parada e perseguição em rodovia terminou em colisão

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Suspeitos bateram violentamente o veículo em que estavam em uma curva da 
Fernão Dias

Suspeitos bateram violentamente o veículo em que estavam em uma curva da Fernão Dias

Google Street View - 27.04.2022

Um grupo suspeito de fazer uma falsa blitz para obrigar motoristas a pararem os caminhões para roubar carga foi preso na tarde de terça-feira (26) na rodovia Fernão Dias, no Parque Edu Chaves, zona norte de São Paulo.

Policiais da 2ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Crimes Patrimoniais de Intervenção Estratégica), que investigavam o grupo desde março, realizaram a ação. Os envolvidos tentaram fugir em alta velocidade, mas bateram o veículo ao perderem a direção em uma curva.

O grupo se especializou na prática de roubos e extorsões e se passava pela polícia para abordar os motoristas. A investigação identificou o uso de um Peugeot 2008 nos ataques.

A equipe da polícia passou a fazer operações na região assim que descobriu o carro. Para evitar novas abordagens, os agentes fizeram a abordagem na terça.

O condutor do veículo não obedeceu a ordem de parada e, por isso, houve uma perseguição em alta velocidade por quatro quilômetros da rodovia Fernão Dias até uma colisão ocorrer na curva do km 82.

Mesmo assim, os suspeitos saltaram do veículo em fuga e para evitar a aproximação dos agentes um dos integrantes do grupo atirou contra a equipe. Os suspeitos se refugiaram em uma mata próxima, mas o local acabou cercado. Os policiais apreenderam duas armas e um colete balístico.

Últimas