São Paulo Homem atira na ex-mulher e se mata em unidade de saúde de SP

Homem atira na ex-mulher e se mata em unidade de saúde de SP

Crime aconteceu no ambulatório especializado Mooca, na zona leste. Suspeito estava inconformado com o fim do relacionamento

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Duas pessoas foram baleadas e morreram dentro do AE (Ambulatório Especializado) Mooca Doutor Ítalo Domingos Le Vocci, na zona leste de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (10). O crime ocorreu na rua Marina Crespi, 91, por volta das 7h45.

Segundo a Polícia Militar, um suspeito armado invadiu a unidade de saúde da rede municipal e realizou os disparos. O alvo era a ex-mulher dele, que trabalhava no local como cuidadora de idosos. O homem estava inconformado com o fim do relacionamento.

A vítima teria chegado correndo e tentado se esconder na ala administrativa. Logo atrás veio o suspeito armado.

Segundo informações da Record TV, a vítima foi atingida por três disparos nas costas. Na sequência, o homem tirou a própria vida. Os óbitos foram constatados no local.

Pacientes e funcionários disseram que se abaixaram, por medo, por pensar que poderia se tratar de um assalto. O atirador, identificado como Otávio Cavalcante, de 58 anos, procurava pela ex Sandra dos Santos, de 51 anos.

Ainda de acordo com o repórter da Record TV, um segurança da unidade notou o autor dos disparos rondando o local nos últimos dias.

A área está isolada, e a GCM (Guarda Civil Metropolitana) presta apoio à ocorrência. Os corpos estão na unidade médica para perícia.

Duas pessoas morreram baleadas em uma unidade de saúde na Mooca nesta segunda (10)

Duas pessoas morreram baleadas em uma unidade de saúde na Mooca nesta segunda (10)

Reprodução Record TV

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde lamentou o ocorrido e informou que a polícia está no local para investigação do caso. Todos os atendimentos do Ambulatório de Especialidades Mooca estão suspensos até a conclusão da perícia.

Últimas