São Paulo Homem é mantido refém em comunidade de SP após sequestro

Homem é mantido refém em comunidade de SP após sequestro

Após denúncia, houve troca de tiros entre suspeito e PM. Vítima de 50 anos continua desaparecida e teria caído em golpe na internet

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Homem é mantido refém em comunidade de SP após sequestro relâmpago

Homem é mantido refém em comunidade de SP após sequestro relâmpago

Reprodução Record TV

Um homem é mantido refém por um grupo especializado em sequestros em uma comunidade do Rio Pequeno, zona oeste de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira (22). Na ação, houve troca tiros entre um suspeito e a Polícia Militar.

Segundo informações da Record TV, a vítima de aproximadamente 50 anos ainda não foi localizada e pode estar em qualquer lugar da comunidade.

Moradores acionaram a Polícia Militar para uma ocorrência de sequestro relâmpago na rua General Syzeno Sarmento, no Jardim Esmeralda, no início da madrugada. No endereço, a equipe encontrou um homem, em atitude suspeita, que atirou contra os policiais.

Durante o confronto, o suspeito se escondeu atrás de um carro vermelho, estacionado na rua, e depois correu em direção a uma viela. Em seguida, o homem fugiu e até agora não foi preso. Nenhum policial militar ficou ferido.

Várias cápsulas deflagradas, de uma pistola .40, e também munições intactas de pistola calibre .45, foram encontradas na via.

Os policiais seguem na busca pela vítima sequestrada. Os agentes acreditam que os autores integram um grupo criminoso que atrai homens com mais de 50 anos, através de sites de relacionamento.

Os alvos são sempre homens com alto poder aquisitivo, abordados por uma mulher jovem, bonita, que conversa com as vítimas e marca encontros, até que sejam sequestrados. Eles mantêm as vítimas em cativeiro enquanto realiza saques bancários. 

O caso é registrado no 14º Distrito Policial, de Pinheiros.

Últimas