São Paulo Homem é preso após sequestrar candidato a deputado estadual na zona norte de São Paulo

Homem é preso após sequestrar candidato a deputado estadual na zona norte de São Paulo

Thiago Zani ficou cerca de oito horas em um cativeiro sob ameaça dos suspeitos que queriam dinheiro da campanha eleitoral

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Thiago Zani foi levado para um cativeiro no bairro Vila Chica Luisa

Thiago Zani foi levado para um cativeiro no bairro Vila Chica Luisa

Reprodução/Redes sociais

Um homem foi preso após sequestrar um candidato a deputado estadual na região do Jaraguá, zona norte de São Paulo, por volta das 20h de terça-feira (6).

De acordo com a Polícia Militar, a vítima é Thiago Zani, do partido Solidariedade. Na data do crime, ele se deslocou até a avenida Paulista, região central de São Paulo, para participar de um programa de podcast.

Na saída, foi até a na rua Miguel Ribas, no Jaraguá, onde havia combinado encontrar uma senhora que iria trabalhar em sua campanha eleitoral.

Chegando no endereço, Thiago foi abordado por três suspeitos armados. Ele foi levado até um cativeiro na rua Domingo Antonio Gomes, na Vila Chica Luisa, onde foi feito refém por cerca de oito horas.

Segundo Thiago relatou aos policiais, a intenção do grupo era roubar o dinheiro do fundo eleitoral. A PM não soube informar se alguma quantia foi levada.

Após o sequestro, por volta das 4h de quarta-feira (7), a vítima foi liberada pelos suspeitos na avenida Pavão, em Perus, também zona norte da capital paulista. 

Ao ser libertado, o homem acionou a Polícia Militar e informou que estava sendo mantido refém em um imóvel próximo à rodovia dos Bandeirantes.

Com as informações, equipes da 1ª Companhia do 49ª Batalhão de Polícia Militar Metropolitano iniciaram patrulhamento e conseguiram localizar o cativeiro.

No local, os agentes encontraram um homem ainda no imóvel, que foi detido por suspeitas de participação no crime. A vítima ainda relatou que havia uma mulher no barraco, mas ela não foi localizada.

O veículo de Thiago foi localizado na mesma rua do cativeiro. Os homens ainda tentaram atear fogo no carro, atingindo os bancos do automóvel. O caso foi apresentado no 33° DP (Vila Mangalot).

Últimas