São Paulo Homem é preso por fraude no saque do auxílio emergencial em SP

Homem é preso por fraude no saque do auxílio emergencial em SP

Esta é a terceira vez no mês de junho que a agência da Caixa na avenida Deputado Emílio Carlos, zona norte, é alvo desse tipo de crime

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record

Homem é preso por fraude no saque do auxílio emergencial em SP

Homem é preso por fraude no saque do auxílio emergencial em SP

Reprodução/Polícia Militar

Um homem foi preso por fraude no saque do auxílio emergencial neste sábado (27), na zona norte de São Paualo. Esta é a terceira vez no mês de junho que a agência da Caixa Econômica Federal, localizada na avenida Deputado Emílio Carlos, número 2.100, no Limão, é alvo desse tipo de crime.

Leia também: Caixa começa a pagar 3ª parcela do auxílio de R$ 600 neste sábado

Policiais militares estavam em patrulhamento, quando viram um homem saindo da agência bancária. Ao notar a aproximação dos agentes, ele ficou nervoso e correu em direção a um carro, com intuito de fugi, segundo os policiais.

Durante a abordagem, foram encontrados R$ 600 em espécie, mais de 10 cartões bancários, além de diversos extratos bancários e senhas com CPFs de vítimas.

Aos policiais, o suspeito de 21 anos teria confessado que fazia os saques de auxílio emergencial em troca do aluguel de um apartamento. Segundo a PM, ele se limitou a contar que o acordo foi feito com um homem, que mora na região central da capital, para quem ele devia um dinheiro.

O caso foli registrado na Superintendência da Polícia Federal, na Lapa, zona oeste da capital.

Os outros casos

Em 9 de junho, dois homens também foram presos na mesma agência com R$7.845 em dinheiro, além de máquinas de cartão, um cartão de crédito e dois celulares.

Na ocasião, segundo a Polícia Militar, ao notar a presença de uma viatura, Samuel Rezende de Jesus Melo tentou fugir em um carro e Clayson Martins Pereira em uma moto. No entanto, policiais da 2ª Companhia do 9° Batalhão, conseguiram fazer a abordagem.

Ambos confessaram os saques indevidos e tentaram subornar os policiais para não serem presos, mas acabaram detidos.

Dois homens foram presos em flagrante com R$ 3.051,00 em dinheiro, R$ 7.800,00 em comprovantes de transferências bancárias e seis cartões clonados.

Um dos suspeitos tinha 32 anos e o outro tinha 64 anos, além de possuir antecedentes criminais. Durante a abordagem, eles confessaram o crime de estelionato.

Últimas